Entregue à própria sorte, antigo Clube dos Sargentos do Ouro Preto vira dor de cabeça para moradores

1
Foto: Wanderley Alves

A comunidade do Ouro Preto, na zona oeste de Petrolina, está sendo obrigada a conviver há mais de cinco anos com um ‘problemão’ daqueles. O que um dia já foi o Clube dos Sargentos e Subtenentes, hoje não passa de um local depredado e abandonado literalmente no meio do bairro.

Este Blog, inclusive, já mostrou a apreensão dos moradores em relação ao terreno em postagens anteriores. Novamente o assunto voltou a ser alvo de questionamentos.

De acordo com Karine Ramos, uma das moradoras do Ouro Preto, os transtornos são vários. O local já está com o muro quase todo destruído, há muito mato e também uma piscina desativada, que pode acumular água de chuvas e atrair o mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue, zika e chicungunya).

Além disso, o antigo clube vem ponto para consumo e tráfico de drogas. Isso quando não serve de ‘motel’ improvisado por casais. Ela ressaltou ainda que na área, devido à escuridão durante à noite, já registrou tentativas até de homicídio. “O que a gente gostaria é de que esse clube pudesse ser revertido em melhorias para o bairro. Uma praça poderia ser construída ali, por exemplo”, sugeriu Karine, em entrevista ao repórter Wanderley Alves para o Programa Carlos Britto, na Rural FM.

Proposta

Ela contou ainda que ninguém sabe a quem pertence o terreno. “A polícia, mesmo, só aparece por aqui quando existe alguma denúncia”, frisou. No ano passado o vereador oposicionista Gabriel Menezes (PSL) apresentou um requerimento na Casa Plínio Amorim solicitando à Prefeitura de Petrolina permutar a área pública onde se localiza o clube. Na ocasião Gabriel justificou que a área poderia ser revertida em benefício da comunidade, a exemplo de um clube de bairro, creche, praça, escola, quadra poliesportiva ou algum outro equipamento público. A proposta do vereador foi aprovada por 16 votos a zero.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome