Um mês após assassinato de líder do Rio Corrente, moradores fazem protesto cobrando punição a culpados

0

edivaldo de oliveira robson patricio alexandraUm mês após o brutal assassinato do líder comunitário Edivaldo de Oliveira, moradores do bairro Rio Corrente, na zona oeste de Petrolina, promoveram uma manifestação, no dia de ontem (27), para pressionar as autoridades a punir os responsáveis pelo crime.

Oliveira foi encontrado morto dentro de sua residência, no Rio Corrente, com vários golpes de faca.

A manifestação saiu da Avenida 5 do bairro e seguiu até o Fórum Dr.Souza Filho, no Centro de Petrolina. Em seguida os participantes foram até a Casa Plínio Amorim pedir apoio dos vereadores a se engajarem na luta pela prisão dos acusados.

Segundo o delegado Magno Neves, responsável pelo inquérito, as suspeitas recaem sobre o filho da vítima, que teria matado o próprio pai com a colaboração de outra pessoa, ainda não identificada. Neves informou que após o Carnaval deve encaminhar o processo à justiça. Ainda ontem uma missa pelo 30° dia da morte do líder comunitário foi realizada na igreja do bairro. (Fotos: divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome