Igreja inicia processo de canonização de Dom Helder

0

dom hélderConhecido como “irmão dos pobres”, dom Helder Câmara poderá se tornar santo. Nesta terça-feira (27), dom Fernando Saburido, atual arcebispo de Olinda e Recife, anunciou que já deu início ao processo necessário para reconhecer sua memória e exemplo, que seguem vivos no imaginário do povo brasileiro. “Dom Helder se identificava profundamente com os marginalizados, lutando pela paz, pela justiça e pelos direitos humanos, e a Igreja cada vez mais se volta para os que sofrem”, afirmou.

Após ter recebido o aval dos bispos e arcebispos da região, dom Fernando encaminhou uma carta ao prefeito da Congregação da Causa dos Santos, cardeal Angelo Amato, em Roma, pedindo autorização para abrir o processo de beatificação e posterior canonização de dom Helder. “Este é o primeiro passo, e com ele se busca obter o nihil obstat” (declaração de que não há nenhuma situação que torne impossível o início do caso).

O pedido só pode ser feito no mínimo cinco anos após a morte do candidato a santo. De posse da autorização, este passa a ser denominado servo de Deus.

“Assim que houver essa resposta positiva, vai-se instalar oficialmente o processo dentro da arquidiocese, com a constituição de comissões e de um tribunal eclesiástico para colher os depoimentos de pessoas que conheceram a vida e os feitos de dom Helder”, explicou frei Jociel Gomes, que é vice-postulador das causas de Frei Damião e Dom Vital, cujos processos já se encontram em andamento.

Decisão

Segundo frei Jociel, este trabalho provavelmente deve começar no início do próximo semestre, quando dom Fernando deverá nomear um postulador para acompanhar as ações. Depois, por conta do volume de depoimentos e dados documentais, ainda não há como mensurar o tempo necessário até o relatório final chegar às mãos do papa Francisco, a quem caberá decidir sobre a beatificação e posterior canonização. “Serão duas etapas mais amplas, a primeira chamada fase diocesana, que vai ocorrer aqui, e a fase romana, quando os documentos coletados serão analisados”, descreveu. (Fonte/foto: JC Online)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome