Em manifesto, moradores da Vila Eduardo repudiam descaso na comunidade

1

CIMG3190Cansados de conviver com a situação de precariedade nas ruas do bairro, os representantes da Associação de Moradores da Vila Eduardo, enviaram um manifesto ao Blog na qual repudiam o que consideram “descaso” por parte da administração com a comunidade. O principal motivo de indignação é a falta de providências para evitar os alagamentos na comunidade.

Acompanhem:

Os moradores do bairro Vila Eduardo, em Petrolina, já não suportam mais a falta de providências e descaso por parte da Prefeitura municipal, que até hoje não adotou as medidas necessárias para a drenagem das ruas do local juntamente com as ruas do bairro Nova Iorque, que agora está sendo pavimentado sem a menor infraestrutura de esgotamento e desvio das águas da chuva, o que facilita as situações de alagamento e desconforto para os residentes locais.

Desde 2007 os moradores cobram medidas efetivas para resolver os problemas decorrentes dos constantes alagamentos como, por exemplo, perdas de móveis e prejuízos em instalações elétricas dos imóveis. De acordo com a moradora Soraia Martins, petições já foram enviadas à Promotoria Pública local e frequentemente são feitas cobranças diretas aos responsáveis dos setores de infraestrutura da cidade, mas nenhuma tentativa obteve êxito até hoje.

“Já estão acabando a pavimentação das demais ruas do bairro e os alagamentos continuam incomodando os moradores, provocando assim um risco ainda maior durante as chuvas, já que o problema da drenagem ainda não foi resolvido”, alerta a moradora.

Somente um bueiro atende a demanda da água da chuva que se acumula nas ruas 19, 20, 21, 22 e das suas proximidades. A Prefeitura faz uma drenagem como paliativo a cada forte chuva que acomete a cidade, mas nada além disso é feito para sanar de vez o problema que se arrasta há anos nas vidas dos moradores da Vila Eduardo.

Além de todos os prejuízos já citados, não se pode esquecer das doenças que afetam a população por causa do acúmulo de água e a proliferação de epidemias. Até mesmo o direito de ir e vir é cerceado quando chove, já que as ruas ficam intransitáveis por horas. A omissão do Estado é digna de repúdio dos moradores, que já se cansaram de tanto esperar.

A Vila Eduardo apela aos órgãos responsáveis que se atentem mais para esse bairro, que só cresce e não tem infraestrutura para oferecer aos habitantes que, como todos os cidadãos de Petrolina, pagam seus impostos e taxas em dias e não vêem os resultados para situação tão calamitosa.

Associação de Moradores da Vila Eduardo

1 COMENTÁRIO

  1. É um descaso da Prefeitura para com esse bairro. Um bairro que abriga 2 batalhões militares, 2 universidades, concessionárias entre outros, além de ser próximo do centro e deoutos bairros, a Prefeitura deveria assistir melhor e realizar políticas públicas de melhor qualidade e de infraestrutura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome