Sertão destaca-se na redução de homicídios no mês de outubro em PE

por Carlos Britto // 16 de novembro de 2021 às 10:32

Foto: Ascom SDS/divulgação

Pernambuco chegou a outubro deste ano com queda tanto nos homicídios como nos roubos, em suas diversas modalidades. Na análise dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), o mês passado teve redução de 18,9% em comparação ao mesmo período de 2020. Em números absolutos, a retração foi de 328 para 266 mortes, ou 62 a menos. No somatório dos dez meses, o recuo deste ano é de 12,5% em relação a 2020: de 3.164 CVLIs no ano passado, Pernambuco registrou 2.769 casos, o que significa 395 vidas poupadas da violência.

Considerando todos os outubros da série histórica, as estatísticas do mês passado são as menores desde o décimo mês de 2013, quando houve 248 vítimas de CVLI. O acumulado dos dez primeiros meses do ano, na perspectiva da linha do tempo, também retroage a um cenário de 8 anos atrás. Somente o mesmo período de 2013, com 2.540 mortes, registrou menos homicídios que em 2021.

A violência é um problema endêmico da nossa sociedade e, apesar do trabalho incansável das forças de segurança, perdemos muitas vidas para a criminalidade, e uma grande parte é de jovens recrutados pelo tráfico de drogas. É preciso monitoramento e evolução constante, inteligência policial, melhor uso do policiamento ostensivo, investigação com boa resolução de inquéritos, inovação tecnológica, aplicação da ciência, renovação de equipamentos, perícias e fortalecimento das operações de repressão qualificada, entre outros fatores, para fazer o crime organizado retrair. Mas, principalmente, o compromisso dos nossos servidores, que verificamos ao chegar aos menores índices de homicídio em oito anos, mesmo diante de tantas vulnerabilidades sociais”, enfatizou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

Ele citou como exemplo a Área Integrada de Segurança (AIS) de Salgueiro, que não registra homicídios há mais de 6 meses. “São sete municípios (Cedro, Mirandiba, Parnamirim, Salgueiro, Serrita, Terra Nova e Verdejante) de uma região historicamente violenta com prolongado período sem vidas perdidas para o crime. É esse o objetivo do Pacto pela Vida para todo o território de Pernambuco“, completou.

Sertão

Em outubro de 2021, todas as regiões de Pernambuco reduziram os CVLIs. A maior delas deu-se no Sertão, com 32 homicídios neste ano contra 52 no ano passado (-38,46%); em seguida está o Recife, onde se praticaram 42 crimes deste tipo em 2021 e 58 em 2020 (-27,59%); depois aparece a Zona da Mata, que teve 52 ocorrências contra 65 do ano passado (-20%); Região Metropolitana, que saiu de 83 para 75 (-9,64%); e, por fim, o Agreste, com 65 casos este ano, contra 70 do ano passado (-7,14%).

A retração também se verifica no acumulado do ano. De janeiro a outubro, a variação na Zona da Mata foi de -17,32%, saindo de 664 para 549 ocorrências. O Agreste diminuiu de 746 para 623, ou seja, -16,49% crimes contra a vida. A variação no Sertão foi de -13,23%, saindo de 393 para 341. A Região Metropolitana diminuiu o número de crimes contra a vida de 892 para 793 (-11,10%). E a capital teve uma retração de 469 para 463 (-1,28%). Detalhes sobre o relatório geral da SDS podem ser obtidos no link.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *