Denúncias contra Jaques Wagner podem contribuir para ACM Neto ganhar força também no norte baiano

0

As últimas denúncias contra o ex-governador da Bahia e atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaques Wagner (PT), o qual foi indiciado pela Polícia Federal (PF) por receber cerca de R$ 82 milhões em propina e caixa 2 na construção da Arena Fonte Nova, podem refletir e muito nos rumos da política em toda a Bahia. Como não poderia ser diferente, na região norte do Estado a notícia também caiu como uma bomba.

A oposição, claro, já saiu alfinetando o atual governador e candidato à reeleição, Rui Costa (PT). O principal nome da oposição no Estado, o prefeito de Salvador e pré-candidato ao governo baiano, ACM Neto (DEM), disse que não vai comemorar a situação “porque o caso é lamentável” para a Bahia.

Comenta-se nos bastidores que a situação – já tida anteriormente como “difícil” para o grupo do DEM – pode melhorar diante dos últimos acontecimentos no norte baiano. Vale ressaltar que a campanha do governador Rui Costa (PT) em 2014 entrou no rol das investigações conduzidas pela Operação ‘Cartão Vermelho’. Contudo, o gestor não é investigado pela operação. (foto/arquivo divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

quinze − 11 =