Coluna do Blog

0
Foto: reprodução

Em Lagoa Grande, vereadores voltam ao trabalho e prefeito prepara-se para colocar ‘o pé no acelerador’

Hoje (19) é dia da volta aos trabalhos legislativos na Capital da Uva e do Vinho. O recesso finalmente acabou e os vereadores de Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco, retornam ao batente com a posse do seu novo presidente, vereador Josafá Pereira (MDB), que deverá presidir a Casa Zeferino Nunes durante o biênio 2019/2010.

Aliado do prefeito Vilmar Cappellaro (MDB), Josafá terá a missão de pacificar a Casa, que dava sinais de distanciamento com a administração municipal.

Administração, aliás que Cappellaro tem uma missão já no primeiro semestre deste ano: destravar o mandato e se fortalecer visando ao próximo embate eleitoral. O prefeito reclamou muito que pegou uma prefeitura quebrada e, por isso, precisava de tempo para arrumar a casa.

Agora esse tempo passou e a comunidade vai começar a cobrar a fatura. O discurso ou a tímida comunicação da prefeitura precisam fazer mais para jogar luz na administração, a qual os amigos dizem que tem muitas obras – enquanto a oposição diz procurar esse êxito.

O fato é que as pedras do xadrez eleitoral da cidade já começaram a se mexer e se o prefeito não entender que precisa jogar holofotes e tirar a prefeitura do gabinete, dificilmente, estará no jogo de sua reeleição como franco-favorito.

Contra aumento abusivo do gás

No Sertão do Pajeú, representantes do Movimento ‘Acorda Serra Talhada’, da sociedade civil, reuniram-se com vereadores para discutir medidas de tentar barrar os preços considerados abusivos do gás na Capital do Xaxado. A notícia repercutiu em toda a imprensa da cidade. Da Câmara, participaram os vereadores Manoel Enfermeiro, Zé Raimundo, Alice Conrado, Antonio Rodrigues e André Maio. Nesta terça (19), o grupo acompanhará os vereadores no MPPE. A população quer, agora, que essa mobilização resulte em algo prático.

Denunciado de novo

O presidente da Câmara de Vereadores de Jaguarari, no norte da Bahia, Márcio Araújo (PSDB), foi denunciado novamente ao Ministério Público Estadual (MPBA), por suposto crime de improbidade administrativa e crime de responsabilidade (DL 201/67). Entre as denúncias estão a de que o presidente estaria gastando vultuosas quantias que são destinadas à manutenção do legislativo municipal com contratações de empresas de contabilidade, através de fracionamento de objetos, de maneira escancaradamente fraudulenta.

Sem projetos de lei

Passada a celeuma das comissões permanentes na Casa Plínio Amorim, os vereadores de Petrolina vão para a segunda semana de trabalhos plenários sem projetos de lei a serem votados. Nem do Executivo, nem do próprio Legislativo. Na sessão desta terça (19), o máximo de matérias em pauta referem-se a projetos de Decreto Legislativo – dois propondo títulos de Cidadão Petrolinense e um, Medalha de Honra ao Mérito Dom Malan. E só.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome