​Prefeitura demole quiosques abandonados que serviam como ponto de drogas no Centro de Petrolina

por Carlos Britto // 01 de junho de 2019 às 08:00

(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

Em pleno Centro de Petrolina, cerca de 20 quiosques abandonados, localizados onde deveria funcionar uma feira de artesanato, na Avenida das Nações, foram demolidos por equipes da Prefeitura, no final da tarde de ontem (31). Segundo a assessoria da gestão municipal, as construções estavam sem uso há mais de cinco anos, servindo como ponto de apoio para uso e tráfico de drogas, além de prostituição. A ação dá início a um projeto de requalificação na área.

De acordo com o diretor de Disciplinamento Urbano, Cícero Dirceu, os comerciantes do local foram notificados na última quarta-feira (29). “Solicitamos os documentos de permissão de uso das pessoas que estavam responsáveis pelos quiosques. Tivemos o cuidado de preservar todos aqueles que ainda estavam exercendo atividade comercial“, garante o diretor.

Denilson Brito tem uma pizzaria funcionando na área. Ele lembra que logo no início o local era agradável, mas com o tempo e o abandono dos quiosques, o cenário mudou. “A gente teve vários problemas com os moradores de rua que estavam usando o espaço para consumo de drogas. Cansei de acionar a Polícia Militar e a Guarda Municipal. Perdi vários clientes por causa disso. Espero que seja feita uma melhoria por aqui agora“, diz o comerciante.

A operação foi executada pela equipe de Disciplinamento Urbano da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, com o apoio da Guarda Municipal, Agência Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), Secretaria de Governo e Agricultura e Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos.

(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

​Prefeitura demole quiosques abandonados que serviam como ponto de drogas no Centro de Petrolina

  1. Mariano Carvalho disse:

    Muito pertinente a ação da prefeitura, o local estava realmente necessitando ser demolido.

  2. Sempre Atento disse:

    A prefeitura estar de parabéns estes quiosques foram inaugurados no tempo do prefeito Guilherme Coelho para utilização como ponto de artesanato,não vingou e muita gente se apossou disto ai,outro lugar que Guilherme Coelho fez uma lambança foi próximo ao cemitério liberou a área para o mesmo proposto,lá tem casa ,borracharia e outas coisas ,triste aquilo em pleno centro,outro lugar que o prefeito Júlio Lossio fez a mesma mercadoria foi na praça do Bairro Maria Auxiladora colocou uns barracos provisório na avenida,nem na favela do Rio de Janeiro aqui existe,se a prefeitura tomasse providência neste ponto citado a população agradeceria.

    1. Marcius disse:

      O amigo está desinformado. Esses quiosques que estão sendo demolidos, fora na segundo mandato do prefeito Fernando Bezerra Coelho, a administração não importa, acho que não é culpa só do prefeito, mas temos que nos informar melhor para não sair falando bobagens.

  3. Elinete santos disse:

    É triste tantos querendo um lugar p trabalhar e outros abandonam, mas será q no meio de tantos, nao havia ninguem trabalhando, talvez ate com precariedade, mas precisando trabalhar?

  4. Ronaldo Moreira disse:

    Ao lado do cemitério tem várias barracas e pontos de lanches, seria necessário um remanejamento com pontos padronizados na praça central ou no outro lado da pista de acesso ao cemitério.

    Como pode vender lanches ao lado do muro do cemitério?

  5. Defensor da liberdade disse:

    Engraçado que quando o Ceape foi fechado pelo mesmo motivo (só servia de ponto de drogas, prostituição e gente morar dentro), a histeria foi geral. Agora aplaudem, são mesmo uns hipócritas.

    1. Dreda disse:

      Acho que você nunca foi no Ceape. Lá era um centro de comércio de produtos agropecuários, de animais a insumos. Vendia-se de tudo para roça no Ceape. Para mim realmente faz muita falta. Você ia lá e resolvia tudo.

  6. Mario Cesar disse:

    Boa iniciativa do prefeito. Sei que Rua Governador Eraldo Gueiros Leite em frente a loja Ceará Calçados tem pessoas de bem e que necessitam daquele espaço para trabalhar e assim sendo após destinar uma espaço para eles, o Prefeito Miguel Coelho deveria fazer o mesmo com aquele trecho, lembro quando criança do chafariz que hoje está escondido e antes servia de espaço para as crianças brincavam e seus pais passearem.

  7. Johnson silva disse:

    Prefeitura so não limpar a rodoviária de Petrolina cera que ela ganha alguma coisinha em troca pq que trabalha não tem vez agora vagabundo tem

  8. Pacato Cidadão disse:

    Petrolina, Terra de Ninguém!
    Papo furado esses argumentos de que aqui tudo é lindo e maravilhoso.
    Mentira!
    Bairros sem asfalto! Esgoto a céu aberto! Muito esgoto sem tratamento!
    Carros estacionados onde os donos quiserem estacionar!
    Zona Azul sem ter quem fique fiscalizando. Pois os donos de lojas e funcionários deixam os carros ali o dia inteiro.
    Está uma zona!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.