Sento-sé ainda vive luto pela morte de Padre Marcos

1
Foto: reprodução

O município de Sento-Sé, no norte da Bahia, ainda vive o luto pela perda de uma de suas figuras mais proeminentes. Faleceu ontem (1), aos 89 anos, o padre Marc Charles Tillia – ou simplesmente Padre Marcos, como era mais conhecido na comunidade. O óbito foi devido a sua saúde debilitada, não tendo nenhuma relação com a Covid-19.

Ele chegou à antiga Sento-Sé em 1969, em um avião PT – KYD26 vindo dos Estados Unidos, em uma viagem que durou sete dias. Em 1975, já na nova cidade, Padre Marcos foi uma das primeiras pessoas a utilizar a irrigação para molhar os pomares de manga, coco, seriguela, verduras e mandioca em sua roça, distante 3 km da atual sede do município.

Com a produção irrigada, o padre foi responsável pelo primeiro empreendimento em Sento-Sé, com a inauguração da casa de farinha, no início da década 1980. Parte da mandioca era cultivada por ele, e outra parte comprada a terceiros para ser transformada em tapioca e farinha. O religioso também esteve à frente, por longos anos, da Paróquia de São José, deixando um relevante legado de evangelização para a comunidade católica do município.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

3 × 5 =