Ribeirinhos de Sento-Sé querem informações sobre implantação de mineração de ferro na Serra da Bicuda

1
Foto: Comunicação CPT Juazeiro (BA)

Cerca de 2 mil famílias de 11 comunidades ribeirinhas de Sento-Sé (BA), localizadas nas proximidades da Serra da Bicuda, estão apreensivas, sem qualquer informação oficial sobre a implantação de uma mineração no local.

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) concedeu à Colomi Iron Mineração LTDA, que pretende extrair ferro em uma mina a céu aberto na Serra da Bicuda, a licença de instalação no local. No entanto, as comunidades que serão atingidas pelo empreendimento nunca foram comunicadas ou consultadas, e desconhecem qualquer informação sobre o projeto de mineração.

De acordo com a legislação, antes dessa licença, a empresa deve realizar audiências públicas e divulgar os estudos sobre os impactos ambientais que a mineração irá causar. Mas não houve nenhum diálogo com a população. Segundo os moradores, de forma ilegal e sem respeitar os direitos das comunidades ribeirinhas, a empresa já enviou trabalhadores e máquinas ao local.

Em reunião, realizada na última quinta-feira (17), representantes de diversas comunidades da região, manifestaram a indignação com a “forma desrespeitosa” que a população vem sendo tratada. Lideranças comunitárias também apontaram “a omissão da Prefeitura Municipal e da Câmara de Vereadores de Sento-Sé em relação ao assunto”. O Blog reserva espaço aos citados sobre o assunto.

1 COMENTÁRIO

  1. Acham pouco os desastres em Minas Gerais, agora vem pra dentro da barragem de Sobradinho.
    Não só Sento Sé , mas todo vale do São Francisco deve ficar em alerta com implantação de mineradora no região da barragem Sobradinho ou do Rio São Francisco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome