Requerimento de Paulo Valgueiro se transforma em celeuma com troca de farpas entre situação e oposição

2
Foto: Blog do Carlos Britto

O clima esquentou agora há pouco durante sessão virtual na Casa Plínio Amorim, por conta do requerimento 221/20, de autoria do líder da bancada de oposição, vereador Paulo Valgueiro (PSD). Ele solicitava do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), e do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), esforços no sentido de manter até dezembro deste ano a isenção da contribuição para custeio da iluminação pública aos cidadãos que consomem até 220 kilowatts mensais, conforme Lei Municipal nº 3.285 (de 18 de maio de 2020). O benefício foi encerrado no último dia 30 de junho.

Maioria na Casa, a bancada governista ficou dividida, o que acabou se refletindo na votação final da matéria, que foi aprovada por 10 votos a favor contra 9.

Um dos que votaram contrário ao requerimento, o líder governista Aero Cruz (MDB) justificou o requerimento como uma “jogada” de Valgueiro, que rebateu chamando-o de “canalha”. A expressão, no entanto, respingou nos demais companheiros de Aero, que se sentiram ofendidos. Outro governista, Zenildo do Alto do Cocar (MDB), também soltou o verbo contra o integrante da oposição, Gabriel Menezes (PSL), por este ter insinuado que Zenildo teria mudado o voto.

Até o presidente da Mesa Diretora, Osório Siqueira (MDB), envolveu-se na celeuma.  Após fazer uma recontagem, Osório achou que a votação tinha terminado empatada e deu seu voto de minerva. Ele ainda acabou se indispondo com alguns integrantes da sua própria bancada. Mais detalhes pelas próximas horas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Meu Deus que Câmara mais baixa!!!!
    Mas Petrolina merece. Como se vota num elementos desses? Espero que o povo tenha aprendido e não reeleger nenhum desses daí.
    Parece que as duas mulheres são as que fazem a diferença.

  2. Brigar por causa de um requerimento,as leis não tem nem um valor imagina um requerimento,para defenderem seu chefe maior fazem de tudo, até se passam por palhaços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome