PSOL terá chapa majoritária exclusivamente feminina em PE e candidatas vão apostar no contato direto com o eleitor

0
Danielle Portela e Albanise Pires/Foto: Blog do Carlos Britto

O PSOL de Pernambuco vai lançar uma chapa majoritária para a disputa eleitoral em 2018 composta exclusivamente por mulheres. A pré-candidata ao Governo do Estado será a advogada e historiadora Danielle Portela, enquanto a vaga para o Senado Federal será postulada por Albanise Pires, que foi candidata ao mesmo cargo em 2014.

Elas estiveram em Petrolina no último final de semana, onde participaram de alguns debates acerca das diversas violências sofridas pelas mulheres, e da ousadia em compor a chapa majoritária exclusivamente com mulheres para as eleições de 2018.

Em entrevista a este Blog, Danielle se disse disposta para encarar o desafio. “É um desafio muito grande. O PSOL paga um preço muito caro pelo pouco tempo de TV. Esse tempo deverá aumentar de 11 para 14 segundos, com a reforma política. A nossa política é de contato com as pessoas, de convencimento. Mas somos um partido bastante combatível. Temos 6 cadeiras na Câmara Federal e defendemos pautas de minorias historicamente oprimidas”, comentou Danielle.

A pré-candidata ao governo ainda disse que o PSOL é um partido de “opinião” e o eleitor que vota também segue esse caminho. “A nossa política é um politica com ideias e ideais. É também uma política em cima de ideologia, mais ampla. Fazemos politica com cotidiano. Nosso voto, historicamente, é chamado de opinião, de pessoas que pensam a realidade de maneira mais crítica”, pontuou. “Queremos ampliar a representatividade do PSOL”, acrescentou.

Senado

Já Albanise Pires disse que a intensão é discutir pautas para o Parlamento, algo que, segundo ela, os demais candidatos não fazem. “Em 2014, fizemos um debate grande com os dois candidatos mais bem pontuados – Fernando Bezerra Coelho e João Paulo. A gente precisava discutir as pautas do Parlamento federal na disputa ao senado, porque o que a gente vê que acontece é que a disputa fica como se fosse algo anexo à disputa do Poder Executivo. Na verdade, temos pautas muito bem especificas. Por exemplo, a dívida pública. Como vamos tratar? A Reforma Tributária é algo que é muito importante para o Parlamento”, avaliou.

Infelizmente, no processo eleitoral, os candidatos ao Senado não apresentam suas plataformas políticas para o Senado, ou seja, quando eles chegam lá, eles não fazem”, finalizou a pré-candidata ao Senado. Danielle Portela e Albanise Pires estiveram no Blog acompanhadas dos líderes do PSOL em Petrolina, Maria Perpétua e Rosalvo Antônio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome