Provas do concurso da Guarda Civil de Petrolina são adiadas

15
(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

O concurso público da Guarda Civil Municipal (GCM) de Petrolina não acontecerá mais no próximo dia 5 de maio, como estava previsto. É que o Município acatou uma liminar da Vara da Fazenda Pública da Comarca local e fará uma alteração no edital, que agora terá vagas para pessoas com deficiência, embora no entendimento da comissão organizadora o tipo de guarda não seja pertinente para o cargo de agente de segurança pública.

A prefeitura garante que o concurso não está suspenso. Desta forma, haverá reabertura das inscrições e o consequente adiamento das provas. O novo edital será publicado em breve e as novas vagas serão divulgadas amplamente no site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (IDIB) – empresa organizadora – e da prefeitura.

15 COMENTÁRIOS

    • Não discordando de comentários dos amigos, no meu entendimento um concurso público tão importante como este não poderá ser feito sem os efeitos legais. Infelizmente o Brasil é palco de fraude em concurso, ilegalidade. Portanto meus aplausos a excelentíssima juíza em corrigir essa ilegalidade neste concurso , estamos juridicamente seguros.

  1. Bom dia!
    É sempre bom estar atualizado, toda via no site da banca Idib, a prova ainda consta para este domingo dia 05/05.
    No site da prefeitura não consigo ver nenhuma informação registrada.

    • Não discordando de comentários dos amigos, no meu entendimento um concurso público tão importante como este não poderá ser feito sem os efeitos legais. Infelizmente o Brasil é palco de fraude em concurso, ilegalidade. Portanto meus aplausos a excelentíssima juíza em corrigir essa ilegalidade neste concurso , estamos juridicamente seguros.

  2. Estamos no país da piada pronta, onde o Poder Público sempre consegue piorar o que já está ruim.
    Sem entrar o mérito se o edital deveria prever ou não vagas para PCD quando da sua publicação, essa decisão nessa altura do campeonato traz mais prejuízo do que benefícios para o certame. Senão vejamos: 1. Como ficam os candidatos de outras regiões que já compraram passagens, reservaram hotéis e programaram a sua agenda para esse final de semana? 2. Fica margem para qualquer candidato que se sentir prejudicado com esse adiamento entrar com demanda judicial alegando prejuízos, causando, aí sim, a suspensão do concurso. 3. Como ficam os candidatos que abdicaram de grande parte do seu tempo para se dedicarem a um cronograma de estudos baseados no calendário inicialmente previsto? 4. Decisões como essas deixam margem para a suposição de que foi tomada com o intuito de diminuir a concorrência, favorecendo alguns apaniguados da Prefeitura.
    Por fim, deixo claro que sou de Petrolina, e na teoria posso até me beneficiar por ter mais tempo para estudar, mas não posso concordar com medidas como essas que deixam no ar uma obscuridade quanto a legalidade e isonomia desse concurso.

  3. O da Câmara segue pelo mesmo caminho, já que alguns cargos contam com 6 vagas apenas de ampla concorrência, quando existe jurisprudência garantindo que em concursos com número igual a 5 ou mais vagas, uma delas deve ser para PcD. Resta saber se alguma medida será tomada com antecedência ou vão esperar chegar a semana final também.

  4. SERAR QUE ELES PODE DEVOUVER O VALOR QUE PAGAMOS ACHO MELHO PQ JA POCAS VAGAS E ELES QUEREM PRORROGAR
    A PELO AMOR DE DEUS VOU QUERER MWU DINHEIRO DE VOUTA ISSO AI NAO VAI DAR EM NADA AINDA BEM QUE OS CURSOS QUE FIZ NAO SI PERDE PQ VOU FAZER NA BAHIA

  5. Quero meu dinheiro de volta. Só mim trouxe prejuízo. Moro em Salvador mim programei todo, vou entrar na justiça, eu q não quero fazer mais. Tô indignado!! Primeiro eles prorroga as inscrições e depois o concurso. Ainda devemos salientar taxa de inscrição caríssimo 125 reais 😒😕

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome