Pronto para sua missão na equipe de Miguel Coelho, secretário Plínio Amorim destaca força política do seu grupo

1

Com quatro anos dedicados aos governos dos ex-prefeitos de Petrolina, Fernando Bezerra Coelho (2005-06) e Odacy Amorim (2007-08) – dos quais saiu muito bem avaliado como secretário de Educação – e outros dez nas gestões de Isaac Carvalho (2009-16) e Paulo Bomfim (2017-18), em Juazeiro (BA), o professor Plínio Amorim atravessou novamente a Ponte Presidente Dutra. Muito mais experiente, ele agora quer colaborar com o governo de Miguel Coelho (PSB), que entra no terceiro ano do seu primeiro mandato a pleno vapor.

Desde a semana passada, Plínio Amorim já arregaçou as mangas está comandando a Pasta de Planejamento e Gestão Administrativa da administração municipal. Em entrevista exclusiva a este Blog, ele já deixou transparecer que sua disposição em somar esforços à equipe do prefeito continua a mesma de sempre.

Na verdade, Miguel Coelho já manifestava o desejo de ter Plínio em seu time desde o início do seu mandato. Isso só não aconteceu por conta de um “compromisso ético” (como ele mesmo faz questão de frisar) com Isaac, após a eleição para deputado federal, de integrar a equipe do seu apadrinhado político Paulo Bomfim (PCdoB) – pelo menos no início do governo. Mas após um telefonema de Miguel, o Professor Plínio comunicou a Isaac e a Bomfim que aceitaria o convite para integrar a equipe do gestor petrolinense.

Desafios

A missão do Professor Plínio Amorim não é das mais fáceis. Dentro das áreas contempladas pela sua pasta, ele será o responsável por ajudar na elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), Plano Plurianual (PPA) e Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), como também o planejamento estratégico da prefeitura – ou seja, tudo aquilo que Miguel se comprometeu em realizar, caso fosse eleito. Além disso, cuidará dos Recursos Humanos e dos convênios celebrados pela administração municipal.

Plinio garante que os desafios não o intimidam. Pelo contrário: só o estimulam. Mas a empolgação do secretário não está somente pelo fato de saber onde está pisando. Vem também da força do grupo político liderado pelo senador Fernando Bezerra (MDB), do qual faz parte e tem sido “fundamental” para garantir a administração exitosa de Miguel até o momento. Nesse contexto ele menciona ainda a atuação do deputado federal Fernando Filho (DEM), e partir deste ano do seu outro irmão, o estadual Antônio Coelho (DEM).

Graças a essa soma de fatores, ele acredita que conseguirá dar conta do seu papel. “Chego com muita vontade de acertar no planejamento, na gestão administrativa do prefeito Miguel Coelho. A gente confia muito na liderança política que este grupo tem em Petrolina. A gente acredita que é possível fazer muito mais, que é possível fazer melhor. Esse Novo Tempo se consolida a cada dia. Aliás, Miguel em dois anos já apresenta resultados que encantam, dada a uma estrutura política que este grupo possui”, avaliou.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome