Projeto quer qualificar egressos do sistema prisional de PE para biblioteca estadual

por Carlos Britto // 13 de setembro de 2021 às 21:33

Foto: Ray Evllyn/SJDH divulgação

Uma parceria entre a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), o Arquivo Público e a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) dará início, no próximo dia 20 de setembro, ao Projeto ‘Mãos na Obra’. A ideia é oferecer oportunidades de qualificação profissional a pessoas privadas de liberdade (PPLs) e egressos do sistema prisional.

O lançamento do projeto aconteceu na última quinta-feira (9), no Arquivo Público, com a presença do secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, o diretor do Arquivo Público, jornalista Evaldo Costa, e o presidente da Cepe, Ricardo Leitão. Inicialmente serão beneficiadas 15 PPLs do Presídio Juiz Antonio Luiz Lins de Barros, no Complexo do Curado, unidade do regime fechado.

“É uma oportunidade dos presos se qualificarem numa área de que o mercado necessita, diminuírem suas penas por meio da remição pelo trabalho, e serem responsáveis pela preservação das fontes e fatos importantes da história de Pernambuco“, enumerou Eurico.

Os apenados serão treinados para atuarem como encadernadores de coleções de jornais e restauradores de livros da Biblioteca Pública Estadual. Com aulas teóricas e práticas, professores especializados abordarão desde noções de estética e história do livro até o treinamento das técnicas de manuseio, colagem e restauração de obras insubstituíveis. “O livro abre portas para o mundo e para a liberdade, logo esse trabalho tem um simbolismo ainda maior”, destacou Ricardo Leitão. Nas aulas também haverá a preparação para o relacionamento social e o trabalho em equipe. O diretor do Arquivo, Evaldo Costa, acredita que “quando se une dois processos positivos para o bem, apontando para o futuro, sempre dará certo“, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *