Por sete meses consecutivos, homicídios em Pernambuco sofrem redução

por Carlos Britto // 05 de agosto de 2021 às 09:00

Foto: Hélia Scheppa/SEI-PE

Pelo sétimo mês consecutivo, o índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – homicídios – sofreu redução em Pernambuco. Dados preliminares apontam que julho de 2021 terminou com 19% a menos de homicídios em relação ao mesmo mês de 2020. No acumulado dos sete meses deste ano, em confrontação com o mesmo período de 2020, a retração foi de aproximadamente 15%. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (4), durante reunião do Pacto Pela Vida comandada pelo governador Paulo Câmara, que também anunciou o início de novas turmas de oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar.

De acordo com o governador, serão duas turmas, uma que formará 60 oficiais da PMPE e outra que contará com 20 oficiais do CBMPE. “Tivemos a oportunidade de, em junho e agosto, iniciar formações de praças da Polícia Militar e dos Bombeiros Militares, além de oficiais da Polícia Militar, Bombeiros, delegados e Polícia Científica. Muita gente está sendo formada, e já autorizamos novas turmas. A partir de janeiro de 2022, vamos iniciar uma nova turma de 60 oficiais da Polícia Militar e outra com 20 Bombeiros Militares”, destacou Paulo Câmara.

Em relação aos dados preliminares da Secretaria de Defesa Social, o governador ressaltou que o Estado está cumprindo uma meta ambiciosa. “Temos um ano com a menor taxa de mortalidade da história do Pacto Pela Vida. O trabalho está muito focado e os resultados mostram que estamos no caminho certo”, justificou.

CVPs

Seguindo a curva descendente, os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) também apresentaram queda. Na comparação com julho do ano passado, foram 7% a menos de roubos. Mesmo índice registrado no confronto dos sete meses de 2021 com igual período de 2020. As estatísticas consolidadas dos crimes contra a vida e contra o patrimônio serão divulgadas pela Secretaria de Defesa Social (SDS) do Estado no próximo dia 16 de agosto.

O trabalho das forças de segurança, da prevenção e repressão ao crime segue de forma intensa, e nossa meta não é numérica. Queremos proteger cada vez mais a sociedade da violência, em suas diversas modalidades. Já iniciamos, nas últimas semanas, a formação de 1.085 novos profissionais para serem incorporados às polícias e Corpo de Bombeiros para reforçar, em 2022, uma série de ações que já estão apresentando resultados este ano”, frisou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *