Petrolina vai a 81,3% de curas clínicas do novo coronavírus

3
Foto: Jonas Santos/PMP divulgação

Com mais 14 curas clínicas do novo coronavírus (Covid-19) registradas nesta terça-feira (1), Petrolina atingiu a marca de 3.527 pessoas recuperadas da doença. De acordo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), isso corresponde a 81.3% do total dos 4.336 casos confirmados no momento.

Mais 149 pessoas foram testadas para a Covid-19 nesta terça. Desse total, 46 positivaram: 29 pessoas do sexo feminino, com idades entre 5 e 64 anos, e 17 do sexo masculino, entre 4 e 87 anos. Ainda constam nos dados 11 resultados positivos de exames laboratoriais. São 8 pessoas do sexo feminino, entre 22 e 62 anos, e 3 pessoas do sexo masculino, entre 32 e 45 anos. Foram 57 casos novos nesta terça.

Do total de confirmados até o momento, 3.540 foram por testes rápidos da prefeitura e 796 diagnosticados através de exames laboratoriais.

Petrolina teve mais um óbito por Covid-19, totalizando 80. Trata-se de um idoso, de 74 anos, com histórico de comorbidades. Ele faleceu hoje, em uma unidade de saúde da rede pública da cidade.

Leitos

A taxa de ocupação geral dos leitos de UTI da rede pública é de 32,1%. Dos 56 leitos disponíveis, 18 estão ocupados, sendo 11 por pacientes de Petrolina e 7 por aqueles de outras cidades da região. Os dados completos podem ser acessados pelo link.

3 COMENTÁRIOS

  1. …Com mais 14 curas clínicas do novo coronavírus (Covid-19), Petrolina atingiu a marca de 3.527 pessoas recuperadas da doença… isso corresponde a 81.3% do total dos 4.336 casos confirmados…

    01/09/2020: As sequelas da Covid
    Já são mais de 3,2 milhões de recuperados da infecção pelo novo coronavírus no Brasil. São pacientes que se recuperaram da doença, mas muitos ainda sofrem com suas sequelas.
    25/08/2020: Pacientes curados da Covid precisam vencer sequelas variadas e que podem durar meses
    12/08/2020: A longa lista de possíveis sequelas da Covid-19
    12/07/2020: Cientistas alertam para distúrbios cerebrais em casos de Covid-19
    31/07/2020: De mofo no pulmão a infecção no coração, as sequelas da Covid-19 ameaçam os ‘recuperados’
    27/06/2020: Sequelas da Covid-19 cruzam as histórias de médico e de aposentado que perderam os movimentos

  2. Reitero a crítica ao fato de estarem MASCARANDO as informações:
    No título da reportagem não são mencionados os 46 NOVOS CASOS, o que leva a uma má interpretação da realidade pelos leitores apressados;
    No corpo da reportagem, os dados são apresentados de forma a destacar apenas as curas, relegando a segundo plano e dificultando a localização do registro de novos casos e óbitos.

    Somente quem perdeu algum familiar/conhecido tem noção da dor e da impotência diante de uma doença GRAVE, altamente transmissível, sem cura e ainda com consequências a longo prazo desconhecidas.

    É estarrecedor ver tantas pessoas retornando à “vida normal” na cidade, deixando de lado os cuidados e a precaução necessárias para evitar a propagação desta doença, num momento em que os riscos permanecem e ninguém está imune, considerando-se ainda as novas evidências científicas de REINFECÇÃO por este vírus (https://brasil.elpais.com/internacional/2020-09-01/cientistas-de-quito-confirmam-o-primeiro-reinfectado-de-coronavirus-na-america-do-sul.html).

    É lamentável essa manipulação de informações repassadas à população. Se antes pregava-se a importância da vida, hoje se desprezam o número de doentes e mortos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

vinte + nove =