Ministro da Educação afirma que Prouni terá mais fiscalização

por Carlos Britto // 24 de abril de 2009 às 06:30

Após o relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), que apontou fraudes no Programa Universidade para Todos (Prouni), o ministro da Educação Fernando Haddad afirmou nesta quinta-feira (23) que o benefício terá a fiscalização ampliada. “Eu entendo esse relatório como auxílio ao MEC para manutenção do programa”.

A criação de um mecanismo de fiscalização é desejo do Tribunal é do MEC. E também vamos intensificar essas ações”, defendeu. De acordo com o TCU, houve falhas na avaliação dos critérios, pois 0,6% dos estudantes cadastrados possuem automóveis (1.700), inclusive de luxo (39).

“Desses 39 casos, dez alunos já foram desligados das instituições”, explicou Haddad. Segundo o ministro, um convênio com o Ministério da Fazenda será assinado nos próximos dias para que haja um cruzamento de dados entre os CPFs dos pais e dos bolsistas. A medida será utilizada para confirmar se os estudantes ainda atendem aos critérios de renda exigidos pelo programa.

Fonte: Bahia Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *