Lucas Ramos admite conversas entre PSB e PT para projeto de reeleição de Paulo Câmara em 2018

3

Um dos principais aliados do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o deputado estadual Lucas Ramos disse não ter dúvidas que seu partido, o PSB, terá os petistas no mesmo palanque para as eleições de 2018. “Não sei se vai acontecer no primeiro turno ou se só no segundo turno esses partidos vão se encontrar. Mas essa discussão tem de ser feita dentro do ambiente do PT”, declarou o parlamentar, durante confraternização com a imprensa, na última sexta-feira (15).

Lucas confirmou que Paulo Câmara vem mantendo conversas com lideranças do PT no Estado no intuito de reeditar a aliança rompida há três anos. “Existem conversas. O governador Paulo Câmara de mostrou disposto a receber o Partido dos Trabalhadores, a construir um projeto de reeleição. E tenho certeza que a liderança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será avaliada, independente dele ser condenado ou não, até porque a justiça está aí para todos. A Operação Lava Jato tem mostrado isso”, frisou.

O deputado também comentou sobre um eventual retorno do seu colega de Assembleia Legislativa, Odacy Amorim (PT), ao ninho socialista. Odacy colocou oficialmente seu nome na disputa pelo Governo de PE, mas rumores indicam uma suposta estratégia do petista para retornar ao ninho socialista. “Odacy é um quadro importante, que já contribuiu com o PSB, inclusive como prefeito. E foi para o PT porque queria disputar novamente a Prefeitura de Petrolina”.

Lucas justificou, no entanto, que os prováveis nomes para encabeçar uma candidatura ao Palácio do Campo das Princesas deveriam ser debatidos internamente entre as legendas, em ano pré-eleitoral. O comentário foi uma crítica direta ao manifesto realizado no início desta semana, na capital pernambucana, pelo grupo das oposições. “Acredito que o que Pernambuco precisa agora é conhecer os projetos. Não adianta ficar atirando pedras, mostrando defeitos, sem mostrar solução. O que os pernambucanos querem saber é como resolver os problemas, superar essa crise e como fazer nosso Estado avançar. E é o que o governador Paulo Câmara vem fazendo”, completou.

3 COMENTÁRIOS

  1. Aí fica tudo organizado:
    A quadrilha de Eduardo Campos e a quadrilha de Luis Ladrão Inácio da Silva.
    Fica faltando só o PCC se juntar a organização criminosa de Pernambuco.

    Bolsonaro resolve a vida de vocês!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

19 + nove =