Líder da oposição na Alepe solicita congelamento do IPVA 2022

por Carlos Britto // 01 de dezembro de 2021 às 17:30

Foto: divulgação

O deputado Antonio Coelho (DEM), líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, usou a tribuna, nesta quarta-feira (01), para solicitar ao governo do Estado o congelamento do IPVA 2022. A proposta apresentada pelo democrata pede que não seja efetuada a atualização da base de cálculo do imposto veicular para o próximo ano, evitando, dessa forma, mais um aumento de tributo aos contribuintes pernambucanos.

O parlamentar pontuou que, embora a alíquota cobrada pelos estados siga a mesma, a valorização expressiva dos automóveis novos e usados acarreta, por consequência, um aumento na base de cálculo do IPVA. Isso significa um imposto mais alto. As perspectivas apontam para reajustes que podem atingir a casa dos 30%.

Medidas anti-inflacionárias de ordem estadual merecem ser debatidas nesta Casa. Por isso, fazemos, aqui, um apelo ao governo do estado para que tenha mais solidariedade com a sociedade pernambucana. O governo não pode querer ganhar em todas as instâncias na questão da arrecadação por conta da inflação. A proposta que apresentei a esta Casa é fiscalmente responsável e a gestão estadual tem capacidade de executá-la, basta ter força de vontade”, enfatizou o deputado.

Tags: , ,

Líder da oposição na Alepe solicita congelamento do IPVA 2022

  1. Jonas disse:

    O Estado onde tem a maior alíquota de IPVA do nordeste, que estabelece uma multa de 100% do valor do ipva em caso de não pagamento, que cobra taxas das mais variadas (embutidas na taxa de licenciamento) de todo tipo de veículo novo ou velho, que mantém um cronograma de pagamento extremamente antecipado( em fevereiro de cada ano), e números de parcelas reduzidas (apenas 3 para o ipva), e que não reduziu um centavo em qualquer imposto estadual durante a pandemia; vai congelar a tabela do IPVA? Só acreditando em Papai Noel para esperar isso do governador!

  2. Oliveira disse:

    Falou tudo, perfeito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *