Imunização: Profissionais de segurança pública em Pernambuco começam a receber doses contra Covid-19

2
Foto: Aluísio Moreira/SEI-PE divulgação

Os profissionais da segurança pública que atuam em Pernambuco começarão a ser imunizados contra a Covid-19. Nesse primeiro lote para inclusão da categoria, serão vacinados 1.692 servidores das forças vinculadas à Secretaria de Defesa Social (SDS). As outras 808 doses serão aplicadas em trabalhadores de órgãos federais, a exemplo das polícias Federal e Rodoviária Federal e Forças Armadas. Ato de abertura da campanha nesse público-alvo ocorrerá hoje (6), às 12h, no auditório da SDS, no bairro de Santo Amaro, com a presença do governador Paulo Câmara. Um servidor de cada operativa será imunizado na ocasião.

Nessa fase serão vacinados com a primeira dose apenas os profissionais empregados diretamente nas operações de fiscalização das medidas sanitárias, com atendimento direto ao público, resgate e salvamento, plantões de delegacias e servidores da ponta da segurança pública. Serão aplicadas vacinas em 1.221 policiais militares, 316 policiais civis e em 155 bombeiros militares.

O secretário Antonio de Pádua admite que a imunização ainda não será a ideal, mas já uma conquista da categoria. “Esse primeiro lote está longe de contemplar todos os trabalhadores da segurança, mesmo se considerarmos apenas os que estão na linha de frente. Mas é um passo importante que damos, uma vez que significa uma vitória da mobilização de secretários estaduais de segurança, comandantes e chefes de polícia de todo o Brasil para a inclusão dessa categoria estratégica entre as prioritárias no plano nacional de imunização”, ponderou.

Vamos continuar batalhando para ampliar a inclusão. São servidores que estão nas ruas, prestando serviços essenciais, fiscalizando aglomerações e estabelecimentos, socorrendo acidentados e vítimas de violência, conduzindo para delegacias, fazendo abordagens de rotina, custodiando presos, realizando perícias em vivos e mortos. Que arriscaram, desde o início da pandemia, as suas vidas e a de seus entes queridos para garantir a ordem e a tranquilidade social. Agora, eles receberão proteção, só que da ciência”, completou Pádua.

2 COMENTÁRIOS

  1. País da anarquia; Governo sem liderança!
    Mudam as regras depois do jogo iniciado.
    Com todo respeito a área da segurança, mas colocá-los à frente dos professores é assumir que a turma das armas se sobrepõe à turma do conhecimento.
    Não se surpreendam com a INEVITÁVEL geração de pessoas muito frágeis de capacidade intelectual.
    De maneira proposital e estrategicamente consciente, o país está construindo a maior injustiça social da sua história.
    País de M…
    Governo de M…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

6 − 6 =