Gás Natural Liquefeito será transportado de caminhão de Suape para Petrolina

0
Foto: reprodução

A Golar Power fechou nesta quinta (30) contrato para o fornecimento de 40 mil metros cúbicos (m³)/dia de Gás Natural Liquefeito (GNL) com a Copergás. O combustível será levado para Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A Golar vai investir 2 milhões de dólares para implantar a infraestrutura de iso-contêineres na cidade, que serão abastecidos pelo Terminal de GNL de Suape.

O primeiro lote de dez iso-contêineres importados para viabilizar o projeto, de um total de 70 que chegarão até o fim do ano, já está no Porto de Suape. A Copergás construirá a estação de distribuição e as redes que vão fornecer o energético no município. O total do investimento nesse projeto é de R$ 15,9 milhões, sendo R$ 3,2 milhões em 2020 e o restante em 2021.

Petrolina está a 750 km de Recife. O gás dificilmente chegaria em Petrolina se não fosse pela estrutura de transporte do GNL e regaseificação que vamos implementar com a Copergás. O gás que chegará a Petrolina vai abastecer indústrias, comércio, postos de GNV e residências”, explicou o vice-presidente da Golar, Marcelo Rodrigues.

Meta

Levantamento feito pela Golar Power aponta que 170 municípios com mais de 100 mil habitantes não contam com gasodutos. A parceria entra a Golar Power e a Alliance GNLog pretende instalar até 35 postos de abastecimento de veículos pesados, movidos a gás natural liquefeito (GNL), em dez Estados brasileiros. Faz parte de um plano para desenvolver o mercado de GNL, baseado no transporte em pequena escala, levando o combustível para o interior do país.

A logística é baseada em cabotagem com pequenas embarcações e em terra, por caminhões, criando rotas de movimentação do GNL, hoje restrito à infraestrutura de gasodutos de transporte, majoritariamente na costa, e entregue exclusivamente pela Petrobras às distribuidoras e consumidores termoelétricos.

A estratégia de interiorização do GNL desenvolvida pela Golar foi detalhada por Antonello em webinar, na epbr gas week, junto com Rafael Grisolia, CEO da BR Distribuidora. (Fonte: EPBR)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome