De novo, a ferrovia

por Carlos Britto // 14 de junho de 2009 às 07:00

transnordestina5Otimista incorrigível, sertanejo que carrega o sentimento de sempre transformar crises em oportunidades, o secretário estadual do Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, acredita que a Transnordestina agora sai do papel e entra nos trilhos. Ele lista uma série de argumentos favoráveis ao aceleramento da obra que vão desde a aprovação dos financiamentos do BNDES, BNB e da Sudene, à inclusão no PAC, assegurando à ferrovia mais de R$ 1 bilhão.

Há, contudo, um porém, descobriu. Como bom baiano, o sempre ávido ministro da Integração, Geddel Viera, a pretexto de que a Trasnordestina está atrasada, propôs à Casa Civil a utilização de parte dos recursos para viabilizar a Ferrovia Oeste Leste que liga as cidades de Ilhéus a Luís Eduardo Magalhães. Caso os recursos da Transnordestina, ou parte deles, sejam transferidos para a estrada baiana, a ferrovia da integração nordestina, que se arrasta a mais de cem anos, vai mesmo se transformar numa Obra de Santa Engrácia.

Apesar de todo o otimismo de Fernando Coelho, a verdade é que a obra caminha a passos de tartaruga. Agora mesmo, por conta das chuvas, apenas uns poucos operários estão a postos e não há um só metro de novos trilhos colocados ao longo dos 1,7 mil quilômetros da projetada ferrovia. É uma pena. Só em Pernambuco, a estrada de ferro que deveria mobilizar mais de R$ 2 bilhões e criar 4 mil empregos, seria uma espinha dorsal ligando duas regiões em pleno desenvolvimento: o Porto de Suape com as fronteiras agrícolas do São Francisco.

Informações do Diário de Pernambuco

De novo, a ferrovia

  1. marco antonio souza disse:

    DE NOVO, A FERROVIA e só chegar perto das eleições para se tentar renovar as esperanças do povo sobre esta bendita obra,a candidatura de Jarbas já preoculpa não só o governador mas todos os mamadores do governo, que pena que a vaca estar perto do BREJO e não tem tempo para ir atrás dela, a debandada dos aliados de Eduardo Campos estar perto de aparecer e só Jarbas Vascocelos lançar sua candidatura, vão procurar um mandato que este governo tem prazo de validade e acaba em Dezembro de 2010, adeus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *