Clima de mal estar entre Geraldo Coelho e Eduardo Campos

por Carlos Britto // 24 de abril de 2009 às 06:00

  O clima ficou meio tenso entre o deputado Geraldo Coelho (PTB) e o governador Eduardo Campos (PSB), por causa do Chapéu de Palha, durante o jantar de aniversário do presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa (PDT).

Presidente da Comissão de Finanças da Assembleia, Geraldo Coelho havia dito que é contra a implantação do Chapéu de Palha em Petrolina, chegando até a retirar o projeto de lei do governo sobre o programa da pauta da comissão.

O deputado alegou que o programa não se adequa à realidade petrolinense e que só colocará o projeto em pauta depois que ouvir explicações do governo e ficar convencido das vantagens do programa em Petrolina. A informação é da jornalista Marisa Gibson (Diário de Pernambuco).

Clima de mal estar entre Geraldo Coelho e Eduardo Campos

  1. Acoooooorda Petrolina disse:

    esse tipo de atitude é a cara da nova faze da politica de Petrolina, como é que esse cidadão tem esse tipo de posicionamento e vai a inauguração do sindicato dos maiores beneficiários do programa chapéu de palha, só vai pra comer nisso ele é bom, e tem uma camada de pessoas que ainda mata ou morre por um tipo de politico assim.

  2. nicolas disse:

    RESPEITO MUITO A FAMILIA COELHO, PETROLINA CHEGOU A ONDE CHEGOU GRAÇAS AO NOME COELHO, MAS ESTE GERALDO COELHO E ESTE OSVALDO PENSAM QUE SAO DONOS DE PETROLINA, POR ELES ATE O POVO TERIA QUE PASSAR PELAS MAOS DELES DOIS PRA SABEREM SE MORAVAM OU NAO EM PETROLINA, AGEM COM TOTALITARISMO COMO NO REGIME DITADORIAL, SE BEM QUE ELES SEMPRE FORAM LIGADOS AO REGIME MILITAR. ( MARECHAL CASTELO BRANCO, GENERAL FIGUEREDO, E OUTROS COMO VEMOS FOTOS NO MEMORIAL NILO COELHO.

    BASTA DE AUTORITARISMO QUEM DIZ O QUE PETROLINA PRECISA OU NAO É A CONJUNTURA A REALIADADE ATUAL NAO DOIS COELHOS (GERALDO COELHO E O OSVALDO COELHO)

    XEGA.

    NICOLAS_PETROLINA@HOTMAIL.COM

  3. Jonhdeible Oliveira disse:

    Acorda Petrolina…
    Este é o Deputado “25h”, “o trator do sertão”, “pai de tudo e de todos”,
    agora que não é o ‘Pai do Cahpeu de Palha” acha ele dispensavel.
    Petrolina e os trabalhadores que ficam desempregados na entre safra estão de olhos e ouvidos bem abertos em relação ao Senhor.

    Em compensação, a Dep. Isabel Cristina, aquela que os senhores dizem que é de um só mandato, que não faz nada, está lutando para que este e mais outros prgramas cheguem para nossa região.

    Parabens Cristina Continue sempre assim…

  4. Acoooooorda Petrolina disse:

    Caro Sr. Jonhdeible Oliveira, vc com certaeza NÂO sabe o que está escrevendo, esse Sr. que vc defendo tanto realmente passa “25h” pensando nele, e age como um trator passando por cima de todos que se colocam a frente dele, e pai meu não é pois minha mãe nem aqui morava quando eu nasci, agora se ele é pai seu parabens vc tá bem de pai. se toque, Petrolina através dos antigas Coelhos inclusive esse já foi sinônimo de propresso hoje é retrocesso, ande, conheça autras administrações, e depois venha falar ou discutir politica comigo.

  5. Jonhdeible Oliveira disse:

    Caro Acoooooorda Petrolina.
    Eu não defendi Geraldo Coelho, ao contrario disse que a população vai dar a resposta que ele merece…
    Senhor ou Senhora pois vc não se identifica!!!!! aprenda a ler e interpretar as colocações feitas neste blog ou em outro espaço para depois responder …

    um abraço!!!

    Jonhdeible Oliveira
    Sec. da JPT-Petrolina

  6. joao cunha disse:

    EU AHO QUE O SRº GERALDO COELHO, ESTA MUITO ENGANADO COM A REALIDADE DA REGIÃO, E POR CONTA DISSO VAI RECEBER A RESPOSTA NAS URNAS AGUARDE PRA VER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. OUTRO MUNDO! disse:

    Esse deputado acha que Petrolina fica localizado onde? Em outro mundo! Petrolina tá em outra galaxia? Só pode ser mesmo esse povo de Petrolina! Acorda aí!

  8. Comentários! disse:

    Sôbre os comentários! Ou se coloca o nome com sobrenome ou então com pseudõnimo!
    Num comentário sôbre a visita do Ministro José Múcio a Cabrobó e que consta uma foto do ministro entre o prefeito e o irmão uma pessoa faz um comentário! O nome da pessoa chama-se Carlos, mas carlos de quê? Existem vários carlos! Assim um pode se passar pelo outro!
    Aí companheiro complica tudo! Cuidado aí BRITO!

  9. alma sebosa disse:

    Bom ele foi infeliz no c omentário contra o chapeu de palha, mas por isso não devemos jogar pedra em um homem que trouxe com sua família COELHO o desenvolvoimento de Pettolina, senão este comentaristas de fora e agoureiros da terra de plantão, não estariam morando em uma terra de desenvolvimento em todas as áreas…
    que estão fazendo aqui os cara depau fora, querendo o que? viver bem? se aqui não presta , saiam!!!!!!!!!!! vão para a pqp!
    voltem para a terra de vcs! vcs tem terra?
    ou serão os 7 palmos? vou fala r com os mototaxistas para resolverem certas paradas em Petrolina…..pois quem vus fala é um deles…aí se eu descubro estes tdee=sconhecidos! vixe C Britto, já estou todo arrupiado!

  10. Na Tampa disse:

    Geraldo Coelho sempre colocou a cara na frente. Um dos poucos Coelhos que assume ônus pelas posições tomadas. Quando acerta ótimo pra ele, quando erra se arrebenta todo. Nessa aí do Chapeu de palha ele se deu mal. Vai pagar caro. Mas eu não lhe tiro totalmente a razão. Um programa deste tipo aqui é uma faca de dois cortes. Eu até já tive a oportunidade de comentar sobre este assunto, logo quando saiu o primeiro artigo.Este como todo programa social, mesmo quando bem conduzido, não deixa de gerar um pouco de resíduo. Aquelas pessoas preguiçosas passam a não encontrar trabalho por mero vício de ganhar sem trabalhar. Todos sabem que aqui, mesmo na entre-safra das principais culturas, sempre há trabalho. Para muitos há o chamado seguro desemprego, alem de outro programas, comuns às outras regiões, tipo auxílio maternidade, aposentadoria dos idosos, pais e avós de muitos preguiçosos. Tudo termina criando um diferencial importantes com as outras regiões, onde não há as facilidades que temos aqui. Com certeza o Chapeu de palha aqui tem que ser melhor conduzido, do contrário poderá refletir negativamente na produção. Tudo vai depender de como será operado e sua sincronia com o aumento da oferta de emprego. Se não existisse o nefasto interesse eleitoreiro seria mais fácil o bom funcionamento. As distorções começam logo nos anuncios do programa. Um vereador diz a idéia é minha, o deputado fala fui eu que consegui e o sindicalista, que está em campnha sindical, Dr. deixa eu aparecer ao seu lada e diga que eu lutei por isto. Houve caso de determinado deputado chegar atrasado e usar a saida vamos aumentar de 8.000 para 12.000 chapéus. Imagine no momento de se colocar o chapeu na cabeça de cada um. É complicado… Eu acho que a posição do Dep. Geraldo advém destas preocupações. Se ele fosse mais habilidoso não tomaria esta trombada. E vai senti o impacto!

  11. TRATOR DO SERTÃO disse:

    Dr. Gerado Coelho está certo em suas colocações. Como é que novas empresários vão instalar empresas em Petrolina com um programa que só visa o assistencialismo. Vá em frente Dr. Geraldo que muita gente pensa como o senhor. È POR ISSO QUE MUITOS LHE ADMIRA PELA SUA FORMA DE TROMBAR MESMO QUE SEJA COM O GOVERNADOR. Petrolina precisa sim de programas que gerem gerar empregos em nossa cidade qu sempre se superou diante muitas dificuldades. Eduardo tem que fazer uma reflexão e ouvir o ponto de vista do dep. que sempre teve compromisso com os irrigantes do VALE DO SÃO FRANCISCO. GERALDO CELHO A SUA PREOCUPAÇÃO E COERENTE.

  12. ROBSON PATRÍCIO disse:

    Eu acredito que com o fortalecimento da agricultura em Petrolina, o desenvolvimento do setor industrial em nossa cidade, as coisas melhoram, pois o que o povo precisa é de emprego; em partes, a musica de nosso saudoso Luiz Gonzaga “Vozes da Seca, Composição: Luiz Gonzaga / Zé Dantas

    Seu doutô os nordestino têm muita gratidão
    Pelo auxílio dos sulista nessa seca do sertão
    Mas doutô uma esmola a um homem qui é são
    Ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão
    É por isso que pidimo proteção a vosmicê
    Home pur nóis escuído para as rédias do pudê
    Pois doutô dos vinte estado temos oito sem chovê
    Veja bem, quase a metade do Brasil tá sem cumê
    Dê serviço a nosso povo, encha os rio de barrage
    Dê cumida a preço bom, não esqueça a açudage
    Livre assim nóis da ismola, que no fim dessa estiage
    Lhe pagamo inté os juru sem gastar nossa corage
    Se o doutô fizer assim salva o povo do sertão
    Quando um dia a chuva vim, que riqueza pra nação!
    Nunca mais nóis pensa em seca, vai dá tudo nesse chão
    Como vê nosso distino mercê tem nas vossa mãos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *