CDL de Juazeiro sai em defesa da Agrovale quanto à queima da palha de cana-de-açúcar

5
Foto: divulgação/arquivo

Nesta terça-feira (1) a direção da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro (BA) emitiu uma nota sobre a decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) para que a empresa Agrovale não realize a queima da palha da cana-de-açúcar. Segundo a entidade, “a decisão tem um cunho educativo, porém penalizador na sua conclusão, porque obstrui uma fonte promissora da economia da cidade e reflete de maneira objetiva no varejo local”

Na última semana, a Agrovale foi autorizada pelo desembargador Stênio Neiva Coêlho do TJPE, a retomar a queima da palha.

Confiram:

A direção da CDL Juazeiro tomou conhecimento da decisão da Justiça de Pernambuco, que concedeu liminar favorável ao pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para que a empresa Agrovale pare com a queima da palha da cana-de-açúcar. 

Para a CDL Juazeiro, a decisão tem um cunho educativo, porém penalizador na sua conclusão, porque obstrui uma fonte promissora da economia da cidade e reflete de maneira objetiva no varejo local.

O comércio de Juazeiro tem milhares de consumidores que são trabalhadores ou pertencem a famílias que possuem membros diretamente ligados ao quadro funcional da Agrovale e que dependem dos recursos oriundos desses salários. O comércio da cidade termina sendo fortalecido com essa influente participação da fatia econômica e contribui decisivamente para a riqueza que circula em Juazeiro, afinal a Agrovale emprega hoje mais de 5 mil pessoas, sendo uma das maiores empregadoras no Estado da Bahia e teve uma folha global em 2019 (folha de pagamento e encargos dos empregados) na ordem de R$ 121.906.784,90, conforme apurado.

Sendo assim, não há como, de forma drástica, parar a queima de açúcar sem antes considerar a possibilidade de alternativas tecnológicas para a melhoria do meio ambiente e tempo para mudança eficaz da rotina, evitando uma queda representativa na economia da cidade pela iminente perda de postos de trabalho, caso a decisão da Justiça de Pernambuco seja mantida. Aliás, a decisão não apenas demanda tempo, mas um estudo técnico que considere a manutenção dos empregos hoje existentes. 

Ademais, uma empresa que nos últimos 12 anos doou mais de 300 mil mudas para Juazeiro e dezenas de outros municípios, tem um compromisso interessante com a proteção do meio ambiente e precisa avançar nos diversos processos para essa preservação continuada, sem olvidar a economia do nosso município, impedindo assim que haja impacto negativo na mesma.

Em tempo, conforme noticiado pela imprensa regional no dia 27/08, tomamos conhecimento de uma decisão muito importante para a resolução de toda essa problemática. O desembargador do TJ-PE, Stênio Neiva Coêlho, decidiu por suspender a Liminar expedida pelo juiz Josafá Moreira a pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Portanto, a CDL Juazeiro não pactua com desobediência ao cumprimento de decisão judicial, mas entende que é importante um olhar educativo para o fato específico e tempo necessário para reorganizar processos sem redução dos postos de trabalho e consequente manutenção dos empregos.

CDL/Juazeiro

5 COMENTÁRIOS

  1. Puxadores de saco. Seus clientes idosos, crianças e adultos podem apresentar problemas respiratórios e crônicos e vocês não se importam o que vale é vender.
    Em todo o país os produtores de cana ja remediaram essa questão da queima. Não ocorre mais. Aqui, sertão de ninguém aparece o CDL sem se importar com o cidadão do vale, toma partido do capital.
    Surpreende-me a justiça entrar nesse barco furado. Perdão, a justiça já não nos surpreende mais.

  2. Pleno 2020 e ainda existir colheita manual de cana de açúcar mostra o abismo tecnológico que o Brasil se encontra.

    Falam que isso aqui é um país mas eu duvido muito que seja. É um buraco, uma latrina, até os grandes empresários são preguiçosos, detestam inovação e estão sempre escondidos na saia do papai governo.

  3. Quantos problemas respiratórios temos na região desde quando a Agrovale foi implantada?

    Quantos empregos a Agrovale oferece a moradores de Juazeiro e Petrolina?

    A Agrovale investe em uma Escola Municipal em Juazeiro no Bairro próximo a sua sede.

    Então….

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome