Câmara aprova reajuste salarial dos servidores municipais por unanimidade

2
Foto: Blog Carlos Britto

O projeto de lei nº 002/2020 que dispõe sobre o reajuste salarial dos servidos municipais foi aprovado por 22 votos à zero, na sessão desta quinta-feira (20) da Câmara de Vereadores de Petrolina e segue para a sanção do prefeito. Ontem (19) o vereador Manoel da Acosap que também é presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde, havia adiantado em suas redes sociais a novidade, inclusive sobre a inserção no projeto do piso salarial da categoria, de R$ 1,4 mil, aprovado por lei federal.

Outras duas leis também foram aprovadas. A lei nº 007/2020, do poder legislativo, assegura reajuste de 4,31% aos vencimentos básicos dos servidores municipais de Petrolina, efetivos e cedidos em exercício junto ao Poder Legislativo Municipal. E o nº 003/2020, que estabelece critérios para implantação de um terço de hora aula atividade para a Educação Infantil, Anos Iniciais e EJA fases I e II.

Para o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp) Walber Lins foi um momento histórico para as categorias. “É uma grande conquista. Um momento de grande celebração. A gente trás esse momento como uma vitória, porque além de ser hoje o projeto de lei de reajuste salarial, de campanha salarial mais rápido da história de Petrolina. Nós tivemos a lei aprovada no mês de fevereiro. E principalmente a conquista história do terço de hora aula atividade dos professores”.

E após a votação, a sessão terminou com muito frevo ao som da Orquestra do Bolinha.

2 COMENTÁRIOS

    • Você não sabe ler, cara Joelma? Oi é somente daquele grupinho de gente que nem trabalha, nem produz mas se resume a críticas e queixas? Deve ser de gente como você que o Paulo Guedes se refere.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome