8ª Ciretran e Expresso Cidadão de Petrolina vão exigir comprovante vacinal a partir de 6/12

por Carlos Britto // 03 de dezembro de 2021 às 16:09

Foto: divulgação

A partir da próxima segunda-feira (6), a 8ª Ciretran/Detran-PE em Petrolina passará a exigir dos seus usuários o comprovante de vacinação completo contra a Covid-19, em primeira e segunda doses. A informação é do atual gestor da 8ª Ciretran, Adalberto Filho – o Betão (foto).

O decreto do Estado vem para prevenir a propagação da Covid-19. Então, a gente pede às pessoas esse cuidado, para não sofrerem nenhum constrangimento na hora em que for procurar o órgão”, explicou. Betão ressaltou ainda que essa medida já vale para os servidores públicos do Detran-PE desde o último dia 1º de novembro, bem como com os despachantes.

O decreto estadual nº 51.864, publicado na última quarta-feira (1), se estenderá também a outras repartições, a exemplo das unidades do Expresso Cidadão. Vale ressaltar que o atendimento presencial nas unidades do Expresso Cidadão é feito mediante agendamento eletrônico, por meio do site. Os usuários e seus respectivos acompanhantes também devem obedecer ao protocolo sanitário, usando máscara e respeitando o distanciamento social no interior das unidades do Expresso.

A comprovação vacinal poderá ocorrer por meio do comprovante de vacinação expedido pelo Sistema Único de Saúde – Conecte SUS, ou por outro meio comprobatório, como caderneta ou cartão de vacinação, emitido pela Secretaria Estadual de Saúde (SES); pelas secretarias municipais de Saúde ou por outro órgão governamental, nacional ou estrangeiro, com registro da aplicação das vacinas, conforme calendário estabelecido pela Secretaria Estadual de Saúde.

8ª Ciretran e Expresso Cidadão de Petrolina vão exigir comprovante vacinal a partir de 6/12

  1. Jonas disse:

    Esse nefasto decreto não tem nada a ver com prevenção do vírus, mas é tão somente um instrumento de coação e intimidação daqueles que se recusam a serem cobaias de um substância experimental e não comprovada cientificamente ( quem atesta isso são as próprias fabricantes dos imunizantes, pois os tais medicamentos ainda não passaram por todas as etapas e protocolos científicos para serem consideradas comprovadas cientificamente). Tanto é verdade que o governo estadual não está nem aí para a prevenção do vírus, que o malfadado decreto não prever o acesso a quem apresente teste negativo de covid, ou quem já tem imunidade em decorrência da doença, mas tão somente a quem se submeta à “sagrada” picada. Parece até que o Governo de Pernambuco é sócio das fabricantes de vacinas, já que são elas as maiores beneficiadas dessas medidas insanas. E não é só no Ciretran que será exigido o comprovante vacinal, mas também em todos os órgãos estaduais, inclusive na Polícia Civil e SERES ( Secretaria de Ressocialização), agora imaginem quando a polícia prender um criminoso que não esteja vacinado, para onde ele será recolhido? Na Delegacia de Polícia Civil não pode porque não comprovou a vacinação, tão pouco em alguma instituição prisional; ser forçado a se vacinar, muito menos; então o destino do pobre criminoso, segundo as diretrizes desse decreto, seria a liberdade, ou a “prisão” domiciliar. Que insanidade! Que loucura! Que estado de exceção! Será que ninguém está percebendo o quão grave isso é? Será que a nossa capacidade de raciocinar está tão comprometida assim? O que o governador vai fazer a seguir para “incentivar” a vacinação? Vai criar guetos para acomodar os não vacinados? Irá impedir de comprar alimentos, de adentrar em Hospitais, ou irá impedir de exercerem o sagrado direito ao trabalho? Outra coisa, se uma pessoa não puder se vacinar em virtude de restrição médica às substâncias contidas no imunizante, ela também, pelo decreto assinado, não poderá ter acesso aos órgãos estaduais, e deverá escolher entre vacinar-se e sofrer consequências na sua saúde, ou não se vacinar e sofrer as consequências das restrições do Estado. Que desumano! Não é necessário ser nenhum gênio para perceber que planos sombrios estão sendo implementados, e o sucesso ou não desses planos só depende do posicionamento de cada um de nós.

  2. ysrebelde disse:

    Essa é uma discussão muito séria, e que infelizmente a sociedade não está dando a devida importância. Está sendo criada uma sub classe de pessoas não vacinadas. Isso é autoritarismo e desumano. Essa vacina não impede que a pessoa contraia o vírus. De posse desse famigerado passaporte, a pessoa que esteja contaminada, vai está AUTORIZADA a contaminar quem ela quiser. Se o passaporte permite que você possa circular livremente em qualquer lugar, já imaginou o estrago que uma pessoa contaminada vai fazer? Por que o bom senso não está sendo usado? Você ser obrigado a tomar uma vacina experimental e que você não sabe sobre reações futuras é no mínimo uma irresponsabilidade sem tamanho. Tomei as 2 doses da vacina, mas não me sinto tranquila, muito pelo contrário, tenho receios e preocupação. Tenho lido vários de problemas com relação a vacina. Realmente o passaporte é de uma imbecilidade sem tamanho. É assim, com atitudes aparentemente simples, que as ditaduras começam. Elas dizem que estão cuidando do seu bem estar, quando na verdade, eles querem é controlar até seus pensamentos. Por que não é aberto um grande debate com profissionais da área de saúde, não políticos idiotas, sobre os pros e os contras dessa vacina. Vamos informar a população e deixar que ela mesma tome sua decisão de forma consciente e segura. Essa vacina não está controlando coisa alguma, haja visto o número de casos que até o momento não foi zerado. Acorda gente, antes que seja tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *