Prejudicados por suspensão do passe livre em Petrolina vão pedir apoio da Casa Plínio Amorim

Um grupo de pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) localizado no Bairro Caminho do Sol, além de representantes da associação de cegos e surdos de Petrolina, foram ontem (27) apelar aos vereadores da Casa Plínio Amorim em relação ao passe livre (Lei nº 1.937/07) que lhes foi negado no transporte coletivo da cidade. Eles pediram, sobretudo aos integrantes da bancada governista, para levar a questão ao atual prefeito Miguel Coelho (PSB).

Roseane Alves é uma das prejudicadas por uma decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), no final de dezembro de 2016, que restringiu direitos de algumas categorias ao passe livre – entre elas pessoas com deficiência; que sofrem de doenças crônicas; idosos; e policiais militares. Em tratamento contra a esquizofrenia, Roseane conta ser quase impossível sair da zona oeste, onde mora, para o CAPS do Caminho do Sol.

Sem o passe livre, meus gastos aumentam muito. E não é só a gente do CPAS. Os deficientes que necessitam de um acompanhante nos ônibus também estão se sentindo prejudicados”, lamentou.

Integrante da administração municipal passada, o hoje vereador de oposição Paulo Valgueiro argumentou que a decisão do TJPE aconteceu praticamente no apagar das luzes do Governo Lossio. “A ação já tramitava no Tribunal há quase dez anos. Tão logo houve a decisão judicial, o município entrou com um recurso, mas o estrago já estava feito. Assim como a ação principal durou quase dez anos, ninguém sabe quanto tempo vai durar esse recurso”, informou.

Medidas

Valgueiro justificou, no entanto, que o atual prefeito Miguel Coelho pode adotar medidas para resolver a questão. Ele lembrou que há uma inconstitucionalidade na lei, sancionada pelo então prefeito Odacy Amorim, pela qual ficou uma “brecha” em que os empresários do setor se aproveitaram para reverter a gratuidade de algumas categorias. Ele acredita que Miguel pode fazer uma nova lei corrigindo essa falha.

Em resposta aos representantes das categorias afetadas pela decisão, que estiveram ontem na Câmara Municipal, os governistas Aero Cruz e Zenildo do Alto do Cocar frisaram que o atual prefeito já está se mobilizando para encontrar uma solução e encerrar esse impasse. O principal entrave, no momento, é de onde o município tiraria os recursos para bancar essas categorias, uma vez que, segundo Valgueiro, eram os próprios usuários do transporte coletivo quem arcavam com essas despesas.

Lançado em Petrolina programa para melhoria da gestão pública e equilíbrio das contas do município

Petrolina agora conta com um programa que pretende melhorar a gestão pública e equilibrar as contas do município. O lançamento do ‘Todos Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável’ aconteceu ontem (26), na sede do Igeprev, com as presenças do Prefeito Miguel Coelho, da diretora-presidente do instituto Comunitas, Regina Esteves, do presidente da Celpe, Antônio Sanches, além de secretários, autoridades e comunidade. (mais…)

Política se mistura a forró, sertanejo e sofrência no São João de Petrolina

Como acontece todos os anos, os festejos juninos de Petrolina sempre abrem espaço para política. Este ano, não foi diferente. Aliás, o que não faltou foi política.

Desde nomes do cenário nacional convidados pelo prefeito Miguel Coelho (PSB) para curtir o São João da cidade, a exemplo do ministro Marx Beltrão (Turismo), até os vereadores governistas, todos se deleitaram ao som do forró, sertanejo e ‘sofrência’. Ano que vem, então, nem se fala.

Ronaldo Cancão rebate críticas sobre São João de Petrolina e garante: “Prefeito zelou pelo dinheiro público”

O vereador Ronaldo Cancão (PTB) viu com naturalidade algumas críticas apontadas ontem (22) pelo integrante da bancada de oposição, Gabriel Menezes (PSL), ao São João de Petrolina, durante sessão da Casa Plínio Amorim. O governista justificou que Gabriel está executando o mesmo papel que ele cumpriu na gestão municipal passada, quando também foi líder de oposição ao então prefeito Julio Lossio (PMDB).

Mas Cancão não deixou barato as declarações de Gabriel. Ele inclusive chegou a se utilizar de uma expressão dura para rebater o colega, ao afirmar que o governo anterior “não teria moral” para criticar o São João realizado pelo atual administração.

Deixando claro que, pelo fato de atualmente ser situação não quer dizer que vá ser conivente com coisas erradas, Cancão defendeu a lisura  e transparência como ocorreu toda a organização dos festejos juninos deste ano. “O que eu quero afirmar é que o prefeito teve todos os cuidados jurídicos, o zelo pelo dinheiro público, para realizar o São João”, assegurou.

Por outro lado, o governista fez questão de ressaltar que a economia anunciada por Miguel Coelho, em mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos, para realizar os festejos este, deve-se também porque o prefeito contou com o apoio da Caixa Econômica, a qual destinou R$ 200 mil, mais R$ 420 mil do Ministério do Turismo. Além disso, a distribuidora de bebidas que abastece o evento (Itaipava) participou e ganhou a licitação, injetando mais recursos para os festejos – sem contar o aporte financeiro do Governo de Pernambuco. “No ano passado, a prefeitura gastou pouco mais de R$ 5,7 milhões utilizando a Fonte 1 (recursos próprios)”, analisou.

O vereador destacou ainda que a empresa Abdon, a qual atua no ramo há 30 anos, também ganhou o processo licitatório para cuidar da estrutura da festa – envolvendo palco, camarote, estacionamento, barracas e banheiros químicos, entre outros itens. “O custo da festa é R$ 1 milhão. A Lei 8.666 (licitações) permite à empresa para pagar a estrutura que o município não pagou. Além disso a empresa tem a obrigação de fazer uma custódia no valor de R$ 180 mil para garantir que vai assegurar o serviço, fora os R$ 40 mil pagos pela licitação”, explicou.

Polícia Federal

Sobre os artistas contratados este ano, Cancão primeiro evitou polêmicas ao argumentar que não votou no projeto de lei da vereadora licenciada e atual secretária de Cultura, propondo que 50% da programação do São João deveriam ser formados por artistas locais. Para Cancão, essa “é prerrogativa” da administração. Depois, o governista saiu em defesa do atual prefeito quanto ao valor pago às atrações nacionais, justificando que os cachês foram compatíveis ao atual momento que cada um deles vive em suas carreiras artísticas. Perguntado sobre a presença de artistas que não se encaixam no estilo junino, o vereador rebateu argumentando que Miguel trouxe para Petrolina as atrações “que a maioria da população gostaria de ver”.

Cancão aproveitou para lembrar que os festejos da gestão passada não tiveram a mesma transparência (em especial os de 2012 e 2013), tanto é que foram alvo de uma investigação realizada pela Polícia Federal (PF). “Como ainda é segredo de justiça, em breve a população de Petrolina vai saber o que ocorreu no São João de 2012 e 2013”, finalizou.

Vetos adiados

A explosão de uma barraca de fogos de artifício no Centro de Petrolina, no final da manhã de ontem (20), levou o presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira (PSB), a encerrar a sessão plenária antes do previsto. Por causa disso, dois vetos do prefeito Miguel Coelho (PSB) a projetos de lei do Legislativo acabaram sendo adiados.

Mas um deles, o 227/2017, referente ao projeto de lei nº 028/2017, de autoria de Ronaldo Cancão (PTB), gerou certa polêmica. A proposta é assegurar atendimento diferenciado domiciliar preferencial a pessoas internadas, doentes e enfermas em órgãos públicos e privados. Segundo Cancão, o prazo para colocar o veto para análise expirou.

Na prática, apenas o veto ao projeto 013/2017 do líder da bancada de oposição, Paulo Valgueiro (PMDB), deve ser analisado nesta quinta (22). A matéria dispõe sobre atendimento diferenciado para os portadores de Diabetes Tipo 1 e Tipo 2 nas redes municipal e estadual, e também na rede privada de saúde.

Miguel passa responsabilidade do saneamento para Compesa: “Se a população cobrar, a culpa será do presidente”

O presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, que fez parte da comitiva do governador Paulo Câmara em Petrolina no dia de ontem (19), vai passar a carregar uma imensa responsabilidade em suas costas. Ao comentar as tratativas que está fazendo com a empresa de água e esgoto, o prefeito Miguel Coelho (PSB) deixou um recado direto a Tavares.

A partir de agora, o prefeito afirmou que não haverá mais o infame “jogo de empurra” quanto aos problemas de saneamento básico na cidade. “Essa responsabilidade será da Compesa. Portanto, Tavares, quando a população ligar para a prefeitura, a gente vai dizer que a culpa é sua”, disse Miguel, em tom de brincadeira.

Ciente disso, o presidente da Compesa reiterou as críticas feitas em relação à gestão municipal anterior. “Quem acompanha a trajetória da Compesa, sabe que eu não gosto de ficar olhando para o passado. Mas tenho que dizer que Petrolina passou esperando oito anos por melhores dias, porque a gente tentou todas as alternativas para fazer os acordos e trazer os investimentos para essa cidade”, declarou.

Segundo Tavares, não há nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste cidades com população acima dos 250 mil habitantes com a estrutura de Petrolina. “E só não está melhor porque paramos no tempo”, disse Tavares, numa crítica sutil ao Governo Lossio. Ele revelou ainda que novos investimentos serão sendo encaminhados a partir de negociações que ficaram pendentes. “Nenhum banco vai dar dinheiro com a situação de insegurança jurídica que foi gerada na gestão passada”, completou.

Avenida Sete de Setembro terá dois viadutos urbanos

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, anunciou esta semana a construção de dois viadutos urbanos na Avenida Sete de Setembro, uma das mais movimentadas e perigosas da cidade – onde vários acidentes (inclusive com mortes) já foram registrados.

De acordo com o gestor, a obra será feira em parceria com o Ministério dos Transportes. Quem não escondeu a satisfação com a notícia foi o líder comunitário e presidente de honra da Central Única de Bairros de Petrolina (Cubape), Pedro Caldas.

Atualmente integrado à equipe de Miguel, ele passou praticamente os oito anos da administração passada lutando pela duplicação da Sete de Setembro, que chegou a ser denominada de ‘rodovia da morte’. Pedro realizou várias iniciativas nesse sentido e recebeu, inclusive, repostas da Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, a qual alegou que recursos para intervenções na rodovia sempre existiram. O que não havia, segundo ele, era projeto.

Abertura do São João de Petrolina atrai mais de 60 mil pessoas, diz Prefeitura

Foi dada a largada da maratona de forró no São João de Petrolina 2017, que começou em grande estilo e levou mais de 60 mil pessoas ao Pátio de de Eventos Ana das Carrancas, na noite de ontem (16), segundo informou a prefeitura municipal. Com o tema “Acende a Fogueira do Meu Coração”, a festa, que este ano faz parte do calendário oficial do Ministério do Turismo, teve seu início durante o São João dos Bairros, realizado entre os dias 19 de maio e 10 de junho, e entra agora no momento mais esperado por petrolinenses e turistas.

Para o prefeito Miguel Coelho, a expectativa é que a cidade se torne de vez a principal referência do evento junino no país.”Esse público é que faz jus à afirmação de que o melhor São João do Brasil é aqui. Por isso, aproveitem toda essa estrutura e programação com muita dança, forro e alegria. Aqui é um lugar de paz e amor. Portanto, aproveitem. O melhor São João do Brasil começou e só termina dia 24“, comemorou o gestor.

No palco principal da festa o que se viu foi uma programação bastante diversificada, como prometem ser todas as noites no Pátio Ana das Carrancas. Abrindo a festa, o cantor Césio Tenório subiu ao palco às 19h e deixou a galera no clima do que seria a noite dessa sexta. Em seguida, foi a vez do forró tradicional de Flávio José, que mexeu com os corações mais nostálgicos, além das gerações mais novas. Falando em romantismo, Leo Magalhães preparou um repertório com novos e antigos sucessos do sertanejo romântico e fez todo mundo soltar a voz ao som da sofrência.

Já passava das 23h quando Gabriel Diniz apareceu com todo o seu carisma e levou a galera ao delírio com um show pirotécnico, dançante e cheio de irreverência, marcas do cantor. Sobre a festa, GD foi categórico. “Eu estou muito feliz por fazer parte desse cast de artistas que vêm tocar aqui. Tenho muitos amigos do Brasil inteiro que estão descendo para cá, não só pela festa, mas pela organização. Por isso eu acredito que Petrolina está no caminho certo para se tornar o maior São João do Brasil“, garantiu o cantor.

Outra atração bastante aguardada pelo público foi a banda Aviões do Forró. Xand e companhia mais uma vez levaram os fãs da banda ao delírio, tocando os grandes sucessos da banda, que já é presença garantida nos principais eventos de São João pelo Brasil. O vocalista também aproveitou para enaltecer a organização e falou um pouco sobre a experiência de tocar em Petrolina.

Solidariedade

A campanha solidária em prol dos atingidos pelas chuvas no estado de Pernambuco também foi um sucesso na primeira noite de São João. De acordo com o prefeito, a meta para os nove dias de festa já foi alcançada nessa primeira noite. “Foram mais de uma tonelada de alimentos, agasalhos, livros e brinquedos doados. Isso significa que, aqui em Petrolina, nós, além da festa, sabemos ser solidários, sabemos cuidar de quem precisa“, finalizou. (foto/divulgação)

São João de Petrolina contará com nova estrutura de segurança e atendimento ao público

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), apresentou o esquema de segurança e outras novidades do São João, que terá início às 18h de hoje (16). Numa entrevista coletiva realizada nesta manhã no Pátio de Eventos Ana das Carrancas, o gestor informou que a intensão é reduzir transtornos, além de dar conforto ao público.

Como este Blog já adiantou mais cedo, a prefeitura mobilizou mais de 500 profissionais das Polícias Militar e Civil, Guarda Municipal, AMMPLA (Autarquia Municipal de Mobilidade) e também da proteção privada. O prefeito disse que os portões do Pátio serão abertos às 18h e a festa se encerrará às 4h da manhã do dia seguinte, em atendimento a um acordo com o Ministério Público e Secretaria Estadual de Defesa Social (SDS), visando à diminuição de ocorrências. “Mas o policiamento ficará no local até que o Pátio seja esvaziado”, frisou Miguel.

Ainda no quesito segurança, o prefeito disse que qualquer ocorrência policial será resolvida no local. “Teremos uma delegacia móvel da Policia Civil e toda ocorrência vai ser resolvida aqui. Teremos delegado de plantão, escrivão e toda estrutura de uma delegacia de polícia. O problema que ocorrer aqui vai ser resolvido aqui”, afirmou. Além da delegacia móvel, uma detenção será a novidade deste ano. “Teremos uma área de detenção, para que as pessoas envolvidas em brigas e outras ocorrências sejam colocadas lá e não voltem para a festa.

Duas viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ficarão de plantão nas noites juninas do Pátio Ana das Carrancas. Além disso, será feita uma campanha educativa e preventiva com entrega de preservativos do programa de enfrentamento às doenças sexualmente transmissíveis (DST/Aids).

A locomoção dos moradores da capital do Sertão e turistas foi outra prioridade do planejamento de serviços da Prefeitura. A AMMPLA vai iniciar nesta sexta-feira (16) a ‘Operação São João 2017’, intensificando as abordagens e a fiscalização durante os festejos juninos. A operação segue até o dia 24 de junho com o objetivo de diminuir o risco de acidentes e proporcionar o máximo de segurança e agilidade na circulação dos usuários das vias próximas ao Pátio Ana das Carrancas. A AMMPLA terá um etilômetro à disposição. Para orientar os motoristas, as vias serão sinalizadas com placas: área de embarque e desembarque; transporte coletivo; mototáxis, vans e ônibus entre a BR 235 e o Pátio Ana das Carrancas.

Transporte

Cerca de 200 táxis, 300 mototaxistas e 40 vans estarão toda noite à disposição da população. Uma boa notícia é que os taxistas de Petrolina, em comum acordo com a AMMPLA, resolveram operar em regime especial, atendendo com a Bandeira 1, os que aderiram ao regime serão identificados com um adesivo para que os passageiros possam visualizar e escolher a melhor opção. Ainda foi reforçado o transporte por ônibus com seis veículos (03 da Joalina e 03 da Viva Petrolina) fazendo cerca de 30 viagens, facilitando a chegada da população ao Pátio Ana das Carrancas, entre 1h da manhã até as 5h. Além disso, a partir das 20h todas as linhas de transporte coletivo urbano atenderão ao local do evento, melhorando a oferta de ônibus aos usuários.

Estacionamento

Para comportar tantos veículos com o menor transtorno possível, a Prefeitura fez realinhamento da área reservada para carros e motos. São mais de cinco mil vagas no entorno do Pátio Ana das Carrancas. Toda a área será monitorada por agentes de trânsito e orientadores de tráfego. O valor será de R$ 15 reais. Não será permitida a entrada de capacetes, mas terá um “capacetário”, local para que seja guardado o equipamento por R$ 2.

Comércio informal

A Prefeitura também organizou os vendedores de comidas e bebidas dentro e fora do pátio. Os ambulantes foram orientados pela Vigilância Sanitária e pela Secretaria de Segurança Pública para garantir um serviço de qualidade aos frequentadores da festa junina. Durante as noites de forró, técnicos da Prefeitura farão a fiscalização permanente e darão apoio aos cerca de 100 ambulantes na área externa.

Outra novidade é que a festa terá apenas 1 palco com 40 m de largura e 2 telões de LED. A área da festa foi expandida e passa a ter 45 mil m². A expectativa é de que 50 a 70 mil pessoas por noite no São João. Um esquema especial de limpeza e infraestrutura também foi articulado. Diariamente, em torno de 50 garis e oito máquinas farão, em dois turnos, a remoção de lixo e material reciclável com expectativa de coletar 20 toneladas de resíduos por dia. O pátio ainda contará com ampla estrutura de banheiros químicos e equipes para manutenção permanente da iluminação externa e interna.

São João de Petrolina abrirá espaço para campanha em prol de famílias desabrigadas pelas chuvas em Pernambuco

Nem só de forró e animação viverá o São João de Petrolina, cuja programação oficial será aberta nesta sexta-feira (16). Durante os festejos também haverá espaço para a solidariedade. O prefeito Miguel Coelho anunciou, em transmissão pelo Facebook, esta semana, uma campanha para arrecadar alimentos e roupas para as vítimas das fortes chuvas na Zona da Mata e Agreste de Pernambuco.

Segundo a assessoria, ao longo dos nove dias de programação junina o Pátio de Eventos Ana das Carrancas terá dois estandes para receber donativos. Os pontos de entrega serão disponibilizados na entrada do pátio e no espaço de camarote. Podem ser doados alimentos não perecíveis como arroz e feijão, além de travesseiros, brinquedos e roupas.

Todos os donativos coletados serão entregues após o São João às prefeituras dos municípios afetados pelas enchentes. “Reconhecemos as dificuldades de todas essas cidades que sofreram com as chuvas fortes recentemente. Então conversamos com os organizadores da festa para garantir dois espaços para entrega de donativos. Não custa nada ajudar quem mais precisa e com tanta gente que irá ao Pátio, tenho certeza que Petrolina fará um papel bonito nessa corrente de apoio”, ressaltou o prefeito. (Foto/arquivo reprodução)

 

Em coletiva de imprensa, Miguel Coelho dará detalhes sobre estrutura e serviços no São João oficial

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, concederá uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (16) às 10h, para dar detalhes sobre a estrutura do Pátio de Eventos Ana das Carrancas, onde acontecerá da sexta até o próximo dia 24 a programação oficial de São João na cidade. A coletiva, inclusive, acontecerá no próprio pátio. A ideia do prefeito é levar os repórteres e jornalistas para conhecer toda a área montada.

Na ocasião, Miguel também explicará sobre os serviços que serão oferecidos ao público que for ao pátio durante os dias dos festejos. (Foto/arquivo)

Nova sede da AGE é inaugurada em Petrolina

A partir de agora os interessados nos serviços oferecidos pela Agência do Empreendedor (AGE) de Petrolina encontrarão uma estrutura muito mais moderna, além de um maior conforto e comodidade. A nova sede do órgão foi inaugurada na noite de ontem (13), com a presença do prefeito Miguel Coelho. O prédio localiza-se na Rua Castro Alves, N° 55, Centro da cidade.

Durante o ato solene, que contou ainda com a presença de outras autoridades, lideranças políticas, vereadores e secretários municipais, Miguel reforçou o papel da AGE. “É um espaço para o trabalho e confiança. A agência será um importante local para o fomento aos pequenos produtores e empreendedores, gerando renda e desenvolvendo nossa cidade”, explicou.

O diretor-presidente da AGE, Sebastião Amorim, lembrou as condições em que encontrou a agência. “Conseguimos implantar uma política de renegociação de dívidas nesses dois meses, baixando a inadimplência de 83% para 50%, graças a um esforço conjunto de toda nossa equipe”, comemorou Amorim.

Já o secretário de Desenvolvimento econômico e Agrário, José Batista da Gama, adiantou que pretende levar a AGE a localidades mais afastadas de Petrolina. “Estamos com muitas ideias para trabalharmos em conjunto e vamos colocar em prática. Tudo bem pensado, no sentido de desenvolver e fortalecer o empreendedor“, disse o secretário.

Ao final, o prefeito fez a entrega simbólica para um micro empreendedor já contemplado pelo crédito oferecido pela AGE, no valor de R$ 6 mil.

Criação

Criada em 26 de março de 2014, sob a Lei 2.656 e embasada na Lei 2.242 de Apoio aos Pequenos Negócios (de 29/12/09), a AGE iniciou suas atividades em 11 de junho de 2015, e atualmente oferece três linhas de crédito com juros de 1% ao mês e com até 10 meses para quitar o financiamento, de acordo com a linha de crédito escolhida: Popular, Plus e Megaplus, cada uma com suas características e exigências específicas. (Foto/divulgação Ascom PMP)

Miguel Coelho revoga decreto e mantém feriado nesta quinta em Petrolina

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, decidiu revogar o Decreto 067/2017, que transferia o feriado de Corpus Christi do dia 15 de junho para 23 de junho. Dessa forma, o Dia de Corpus Christi fica mantido como feriado nesta quinta-feira, enquanto a véspera de São João terá expediente normal.

De acordo com a assessoria da prefeitura, Miguel levou em consideração os pedidos dos comerciantes para revogação do ato, que solicitaram a manutenção das datas. A revogação do decreto pode ser conferida no site da prefeitura (www.petrolina.pe.gov.br).

Comércio de Petrolina deve movimentar mais de R$ 7,5 milhões com antecipação do 13º salário de servidores municipais

O comércio de Petrolina terá um incremento de mais de R$ 7,5 milhões com a antecipação, em 50%, do 13º salário dos servidores municipais. A medida será anunciada nesta quarta-feira (14) pelo prefeito Miguel Coelho.

Segundo informações da assessoria, mais de 6 mil servidores serão contemplados.

A antecipação do benefício, mesmo num cenário de crise, será possível graças a um esforço conjunto da Prefeitura. O restante será pago no mês de dezembro.

“Desde o início do governo estamos empenhados em priorizar o pagamento dos servidores regularmente. Isso tem sido possível graças a muito planejamento financeiro. Agora estamos garantindo a antecipação do 13º, num momento especial para nossa cidade, que é o São João. Então, além de movimentar a economia injetando recursos, estamos dando maior tranquilidade para os servidores poderem curtir esse grande evento tradicional de Petrolina”, ressaltou o prefeito.

 

Por meio de decreto, Miguel Coelho decide transferir data do feriado de Corpus Christi

Depois de divergências entre as entidades sindicais do comércio de Petrolina em relação ao feriado de Corpus Christi, o prefeito Miguel Coelho interveio e acabou com a discussão.

Por meio de decreto, o gestor transferiu a data do feriado, que neste ano cairia na quinta-feira (15), para o próximo dia 23 de junho. A decisão de Miguel Coelho já está, inclusive, no site da prefeitura (www.petrolina.pe.gov.br).

O problema é que o decreto do atual prefeito revoga uma lei, do antecessor dele, Julio Lossio (PMDB), baseada num projeto da ex-vereadora Anatélia Porto, determinando que o Corpus Christi seria comemorado em sua data oficial. Pelo visto, deve vir polêmica por aí.

 

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br