Zé Carlos Alves sai da UTI; nós conversamos com ele

1

Hoje fui visitar o secretário-executivo da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), José Carlos Alves. Ele deixou a UTI e está em um apartamento. Está protegido. Vi, por lá, o pessoal da Policia Militar tão profissional quanto atento.

Ele se recupera do atentado, mas está em franca recuperação. A voz ainda é baixa, comedida, mas a convicção de que tudo vai ficar bem e sua fé permanecem inabaláveis.

Ele não aponta culpados, não é agressivo e de dez palavras em onze só fala de sua família. Do amor e a proteção a ela. Tem uma menina, sua filha, de 16 anos que sofre e exige um pai amoroso e dedicado de volta para casa. “Ele é a vida dela, o herói dela”, me disse a esposa.

Entre um riso nervoso e uma lágrima fortuita, me disse que sofre quando tentam levar um caso tão grave para um crime passional.

“Somos casado há mais de 20 anos. Uma relação sólida, baseada no respeito e admiração mútua. Sei que existem maridos e pais belíssimos, mas esse é especial e nossa rocha é construída no amor e no respeito”, disse ela.

O certo é que estão unidos, juntos, na dor e na convicção de que Deus agiu na vida de Zé Carlos. A esposa, me pediu para agradecer as milhares de orações e torcida de uma comunidade que foi tão solidária quanto revoltada com um crime brutal. Tudo vai ficar bem.

Porque não tirei uma foto dele ou com ele? Porque não troco uma vida, o respeito por uma família que sofre por crescimento de audiência. É isso ai!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome