Mercado do Produtor de Juazeiro recebe visita do vice-governador de Roraima

0
(Foto: Divulgação)

O Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) recebeu ontem (3) a vista de produtores, representantes do Sebrae e do Governo de Roraima. Na ocasião o grupo teve a oportunidade de conhecer o funcionamento do entreposto e tirar dúvidas sobre práticas de embalagens, conservação e classificação dos vegetais e comercialização dos produtos.

O vice-governador de Roraima, Ailton Cascavel, conheceu de perto o quarto maior entreposto do país. “Estamos participando do 26º Congresso Brasileiro da Fruticultura, e poder conhecer de perto toda a logística trabalhada no Mercado do Produtor é um grande presente. Esse encontro nos permitiu conhecer a logística e a dimensão do entreposto. Essa troca de experiência é muito importante”, observou.

Recepcionados pelo diretor da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), Agnaldo Meira e do supervisor de estatística do entreposto, Carlonilton Dias, o grupo realizou uma visita técnica pelas dependências do centro de abastecimento que possui uma área total de 86 mil metros quadrados, ocupada por 23 pavilhões, além de pedras e paletes.

O analista técnico do Sebrae de Roraima, Josué Costa da Silva, agradeceu à direção da AMA pela recepção. “É uma infinidade de produtos comercializados aqui, espécies de frutas que nem conhecíamos. Fico grato pela atenção da equipe e acredito que vamos levar muito do que aprendemos como o sistema de comercialização, para o nosso estado”, destacou.

Troca de experiência

O diretor da AMA, Agnaldo Meira declarou destacou a importância dessa troca de experiência. “É sempre enriquecedor para nós recebermos essas visitas, que têm como referência o nosso entreposto. Hoje podemos mostrar as atividades desenvolvidas aqui e espero que sirva de inspiração aos produtores presentes”, disse. O Mercado do Produtor de Juazeiro comercializa anualmente cerca de R$ 800 milhões e é considerado o 1º entreposto da agricultura irrigada/familiar do Norte/Nordeste e o 4º maior em volume e comercialização do Brasil. A produção agrícola da região decorre de vários projetos de irrigação de pequenas e médias empresas, e da agricultura familiar do município de Juazeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome