Vereador de oposição critica Governo Paulo Bomfim e líder governista rebate: “Ele ainda não se acostumou com Parlamento”

2
Vereadores Allan Jones e Gleidson Medrado. (Fotos: Duda Oliveira/Blog do Carlos Britto)

Pré-candidato declarado à Prefeitura de Juazeiro (BA) em 2020, o vereador Allan Jones (PTC), reforçou as críticas contra o atual prefeito Paulo Bomfim (PCdoB). Ele revelou já ter ouvido falar em pesquisas internas que teriam apontado rejeição a Bomfim.

Juazeiro clama por alternância de poder e, acima de tudo, por respeito, dentro do processo democrático. Eu não posso me colocar numa condição de maturidade total, porque esse é o meu primeiro mandato. Eu não vi, mas já soube que pesquisas recentes que foram feitas o apontam com uma rejeição muito grande. Para ele, que é gestor, isso não é bom. A população de Juazeiro precisa refletir”, comentou.

Para Allan Jones, quem saiu perdendo com a destituição do bloco que bateria de frente com o governo na Câmara Municipal foi o povo de Juazeiro. “Se os vereadores que contribuíram para isso, juntamente com membros do Paço Municipal, estão hoje entendendo que cumpriram fielmente seu papel e estão com a consciência tranquila, eu discordo. Juazeiro perdeu, e muito”, afirmou.

Outro lado

O líder governista da Câmara de Juazeiro, Gleidson Medrado (PSD), rebateu as declarações de Allan Jones. “Ele ainda não se acostumou com o parlamento, ainda não entendeu que existe oposição e situação. Ele ficou chateado porque quer que a gente coloque gente da situação para formar bloco para a oposição. Então, se ele é oposição, ele assuma seu papel. E a Câmara está aberta para ele formar o bloco. Se o bloco é formado por cinco, ele que forme cinco da oposição e monte o bloco dele”, avaliou.

Gleidson também negou ter ocorrido algum tipo de ação do governo municipal para fazer com que os vereadores que se diziam integrantes da oposição migrassem para a situação, impedindo a formação do bloco do qual Allan Jones seria vice-líder. “Os vereadores têm abertura para entender as coisas. A gente se reuniu com a base aliada e disse a eles que precisava cada um ter um lado. Se era oposição, assumisse que era oposição; e se era situação, com certeza o governo tem a base aliada e a gente vai formar os blocos para que formem as comissões na Câmara”, finalizou o líder governista.

2 COMENTÁRIOS

  1. Por isso Juazeiro não sai do atraso, vereadores que só dizem amém para o preposto de Isaac em troca de cabides. Pergunta onde trabalha a esposa desse vereador. Juazeiro, verdadeiro cabide de empregos de pessoas incompetentes e que nada fazem e incham a folha da prefeitura com um monte de gente que também nada fazem

  2. A política viciada do “me dá- me dá” é algo que sempre existiu na história de Juazeiro. Mas agora os tempos são outros, ou seja, O VOTO DE OPINIÃO está em alta conforme visto nas últimas eleições de 2018. O povo agora já sabe quem é quem nesse “jogo de xadrez fajuto” e certamente dará a resposta nas urnas em 2020!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome