Verbas do PAC estão atrasadas na Bahia

por Carlos Britto // 15 de maio de 2009 às 13:06

Dos R$1,2 bilhão previstos para o programa na Bahia este ano, até agora apenas R$3,1 milhões foram de fato executados, ou seja, pagos pela União. Outros R$311,7 milhões foram empenhados, o que significa que existe a promessa de que serão investidos em obras neste ou em outros anos. Foram pagos outros R$41,2 milhões de empenhos feitos em 2007 e R$57,3 milhões de 2008.

Os números foram divulgados pelo deputado ACM Neto (DEM), que os obteve dados através da assessoria técnica do Democratas no Congresso Nacional. Os dados são oficiais, pois foram retirados do Siafi, o sistema de acompanhamento da execução orçamentária do governo federal.

A Bahia perde em investimentos do PAC para outros estados do Nordeste, incluindo Pernambuco, para quem o estado, na gestão Jaques Wagner (PT), “entregou o papel de protagonista que exercia no passado na região Nordeste”.

“Isso revela que o governo Wagner ou não tem planejamento e força política para buscar e reivindicar os recursos federais em Brasília, mesmo se dizendo amigo do presidente Lula”, avaliou ACM Neto. Ainda segundo o deputado os recursos para obras importantes para o estado como a construção do metrô de Salvador ou estão parados ou tiveram pouco investimento. Outras obras de infraestrutura importantes, como a construção dos anéis rodoviários de Barreiras e Juazeiro não tiveram um centavo pagos pela União.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *