Tradicional espetáculo sacro ‘A Crucificação’ será realizado este ano na Concha Acústica de Petrolina

0

Devido à reforma do Parque Josefa Coelho, a Concha Acústica de Petrolina e seus arredores serão palcos da 38ª Temporada de A Crucificação – o maior e mais belo espetáculo sacro do sertão pernambucano, que será encenado na próxima sexta-feira (25), às 20h30, pelo Grupo de Teatro Imaginativo (Guterima), dando início às comemorações dos 42 anos do grupo.

O espetáculo terá início na Praça Dom Malan com as cenas da “Tentação de Cristo”, “Convocação dos Apóstolos”, “Sermão da Montanha”, “Última Ceia”, “Agonia no Horto”, e “Prisão de Jesus”. Em seguida, o cortejo segue para a frente da Catedral, onde se dará a cena do Sinédrio envolvendo os Sacerdotes Caifás, Anás, Nicodemus e José de Arimatéia e Príncipes nas discussões no Templo. A partir daí, toda comitiva se dirigirá para a Concha Acústica, onde acontecerão as cenas do “Fórum de Pilatos”, a “Via Sacra” com os encontros de Jesus com as “Mulheres Piedosas”, ”Verônica enxuga o rosto de Cristo”, ”Maria, sua mãe,  Madalena e o apóstolo João”, culminando com o “Calvário”, “Ressureição”, Túmulo” e a “Ascenção”.

Novidades

Com duas horas de encenação, o espetáculo terá novos atores, nova trilha sonora, novas locações, novos figurinos, cenas ampliadas como “A Tentação de Cristo” e a “Mater Dolorosa”(destaque para o diálogo entre o Apóstolo Pedro e Maria), nova iluminação cênica e nova sonorização.

Numa Direção Cênica de José Geraldo e Coordenação Geral de Laila Ticiane, o elenco terá como novidades o ator Pablo Martinelli (que participou durante 6 meses de um intercâmbio entre Brasil e Portugal, em Lisboa), e será o novo “Jesus Cristo” com uma performance de alta qualidade, e já aclamado como o Cristo Europeu do GUTERIMA, além de Kelly Dayane (fez parte do filme Gonzaga: de Pai para Filho”) que será a nova Madalena, e Cauby Fernandes, o novo Pôncio Pilatos. O espetáculo terá ainda o retorno do ator Afonso Conselheiro que integrou o elenco da novela “Senhora do Destino”, e será um dos novos Príncipes nas discussões do Templo, em frente à Igreja Catedral.

A Crucificação 2016, que completa 38 anos de encenação, é importante para a cidade, pois conseguiu transformar a Semana Santa despertando a religiosidade e a geração de trabalho e renda num período atípico para a prática do comércio. Vale lembrar que o espetáculo é precursor no vale do São Francisco, e trata em 46 cenas, distribuídas em 8 locações, dos momentos decisivos da vida de Jesus Cristo.

Neste 2016, a encenação recebe o patrocínio da Prefeitura de Petrolina e o apoio cultural da Univasf, CDL, River Shopping, Joalina, Centro de Arte e Cultura Ana das Carrancas e imprensa em geral. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

6 − 3 =