Trabalhadores das obras do novo IML de Petrolina dizem que empresa descumpre acordo e decidem cruzar os braços

0

Trabalhadores das obras de construção do novo Instituto Médico Legal (IML) de Petrolina decidiram cruzar os braços nesta quinta-feira (15), em protesto ao que consideram “falta de compromisso” por parte da empresa terceirizada – a Construtora AR. Segundo a categoria, a decisão tomada deve-se a algumas irregularidades que estariam sendo cometidas pela empresa.

Uma das principais reivindicações diz respeito ao atraso no pagamento dos salários dos trabalhadores, além de funcionários sem registro na carteira. O sindicato responsável pela categoria – Sinticon – alega também que a obra do IML está sem as adequações necessárias na área de segurança.

O novo IML deveria estar concluído no final deste mês. O Blog deixa o espaço reservado a algum representante da empresa. (Fotos/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

6 + um =