Sinpol-PE aproveita números do Pacto pela Vida para cobrar governo

por Carlos Britto // 06 de agosto de 2021 às 17:51

Foto: divulgação/arquivo

Em nota à imprensa, o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE) aproveitou o anúncio feito pelo governo do Estado, em nova reunião do Pacto Pela Vida, referente à redução de homicídios pelo sétimo mês consecutivo, para cobrar valorização dos profissionais e um melhor salário para a categoria. O Sinpol-PE também adiantou que promoverá uma passeata no próximo dia 19, como parte da operação-padrão iniciada na última semana, para entregar ao governo as cotas de trabalho extra.

Confiram:

O Sindicato dos Policiais Civis vem a púbico se posicionar com relação ao anúncio do Governo de Pernambuco, durante reunião de monitoramento do Pacto Pela Vida, analisando os índices de julho, que mostram que chegamos ao sétimo mês seguido de redução dos homicídios no Estado.

O Sinpol vem reiterar a necessidade urgente de valorização do Policial Civil, principalmente os policiais de base, pois são eles os responsáveis por esses resultados. Segundo anúncio do Governo, os dados preliminares apontam uma diminuição de 19% no referido período. Em relação aos roubos, a retração chegou aos 7%.

Reafirmamos que o que vai ajudar no trabalho de continuar reduzindo a criminalidade em todas as regiões do Estado é a valorização salarial e funcional da base da categoria.

Atualmente, os policiais da base trabalham em clandestinidade funcional, possuem uma absurda diferença salarial entre a categoria e seus chefes, muito embora sejamos nós que fazemos grande parte das atribuições deles, além das estruturas precárias da maioria esmagadora das unidades da Polícia Civil e ainda somos um efetivo que é metade do que deveríamos ter em 2015.

Somos a Polícia Investigativa estadual que mais produz e traz resultados no país. Esses números são fruto do trabalho dos Agentes, Escrivães, Comissários e demais cargos da base, porém temos como recompensa, pasmem,  o 22° pior salário nacional.

Sem falar que todos os estudos comprovam que, quando o Policial Civil de base é valorizado, a criminalidade cai e os resultados aumentam. Ou seja, se eles fossem mais valorizados e recebessem pelo que de fato fazem em seu dia a dia, com certeza teríamos números ainda melhores.

E a desculpa da gestão sobre falta de caixa não procede, pois todos os números e balancetes divulgados pelo próprio Estado comprovam que o Governo de Pernambuco tem sobra de caixa para investir mais na Segurança Pública e no seu Policial Civil.

Em virtude de todas essas e outras questões já denunciadas pelo Sinpol-PE, nós, Policiais Civis de Pernambuco, continuamos a nossa operação-padrão, deflagrada desde a semana passada, e no próximo dia 19 iremos, em passeata, entregar as cotas de trabalho extra, como forma de demonstrar toda nossa indignação com essa falta de reconhecimento.

Sinpol-PE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *