Sarney decide sair

por Carlos Britto // 01 de julho de 2009 às 13:52

sarneyJosé Sarney decidiu renunciar à presidência do Senado. Ele oficializará essa posição hoje à noite quando conversar com Lula, que está chegando da África.

A decisão foi tomada hoje de manhã. Ontem, à noite, numa conversa com os filhos, também se disse decidido a sair da tormenta, renunciando. Os três filhos, Roseana, Sarney Filho e Fernando, apóiam a decisão. Marly, mulher de Sarney, é outra que pediu ao marido que saia de onde está.

Sarney espera que a renúncia bote fim na sequência de revelações sobre nepotismo que minaram sua capacidade de reação diante da crise. Com a renúncia, quer fazer valer a afirmação que fez num discurso na tribuna do Senado há duas semanas: “A crise não é minha, é do Senado”. Saindo de cena, espera jogar no colo dos outros senadores a bomba da crise.

Mas e se Lula na conversa de hoje à noite pedir para Sarney ficar?

Segundo o que ficou acordado na reunião de hoje de manhã, Sarney não recuará. Dirá que está cansado, que quer sair. Embora seja impossível cravar que, diante de uma insistência de Lula, ele não volte atrás – e, politicamente, se aproveite disso.

Sarney assumiu a presidência do Senado (pela terceira vez) há quatro meses. Não teve um dia sequer de paz: a podridão do Senado emergiu com uma força incontrolável. Desde o seu primeiro mês na presidência, já vinha falando em sair.

Informações de Lauro Jardim

Sarney decide sair

  1. Pe. Antonio disse:

    Como foi dito ontem por uma senadora do PT, o que esta acontecendo no Senado, nao èe nada novo, acontece de ha muito tempo e muitas sao as maos responsaveis….Embora isso nao isente Sarny da responsabilidade justamente por ja ser a terceira vez que assume a presidencia, portanto è responsave, pelo que aconteceu antes e agora, assim como quem diz que isso è coisa antiga, ja sabia e nada fez para denunciar……
    Sendo a crise de Sarney ou de todos ou da instituicao, ELE poderia estar livre dessa respnsabilidade ou de assumir essa culpa se fosse mais humilde e nao gostasse tanto do poder. Mandou no Maranhao a vida toda, esteve no Congresso atè hoje, foi presidente da Republica, ja havia assumido duas vezes a presidencia do Senado….. que vontade irrefreavel de poder, articular seu terceiro mandado!!!! Deu nisso!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *