Rui Costa entrega ações para impulsionar a agricultura familiar e o desenvolvimento rural de Pilão Arcado

0

O governador Rui Costa esteve em Pilão Arcado, no  norte da Bahia, ontem (10), onde assinou ordem de serviço que autoriza o início das obras de recuperação da BA-335. As intervenções, que começam a ser executadas nos próximos dias, correspondem ao trecho de 56 quilômetros que liga Pilão Arcado à Lagoa do Padre, beneficiando 150 mil habitantes da região. Na via, na qual circulam 320 veículos por dia, serão aplicados mais de R$ 13 milhões.

Esse é um investimento importante. Com a recuperação da estrada, promovemos segurança para a população da região. Além disso, assinamos apoio a projetos, associações e cooperativas de agricultura familiar. Ao todo, o investimento em água, estrada e agricultura chega a R$ 23 milhões. Portanto, é garantia de mais recursos e desenvolvimento para Pilão Arcado. O trabalho não para“, afirmou Rui.

Além de infraestrutura viária, os moradores do distrito de Ataim passarão a ter água em condições adequadas para o consumo. Com investimento de R$ 200 mil, a comunidade recebeu um sistema simplificado de abastecimento. Já a população dos distritos de Brejo da Serra, Canto Grande, Junco, Jatobá e Lagoa será beneficiada com a construção de um sistema integrado. “Uma vez autorizadas, as obras já começam nesta semana e devem ficar prontas dentro de no máximo 90 dias”, explica o gerente regional da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos (Cerb) em Juazeiro, Afrânio Miranda.

Agricultura familiar

Ainda em Pilão Arcado, Rui entregou 1.307 cisternas, uma ambulância, um trator com implementos agrícolas para o município e 1.280 certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), documento que possibilita o acesso de pequenos produtores a insumos capazes de qualificar o plantio e colheita, bem como a criação de animais.

O governador também autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar convênios no âmbito dos projetos Bahia Produtiva e Pró-Semiárido, com recursos de R$ 458 mil e R$ 3,2 milhões, respectivamente. Os convênios beneficiam 800 famílias, nas áreas agropastoril e pesca. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dois × 4 =