Representantes do Sindsemp reúnem-se com Osório para discutir projeto dos readaptados

6

representantes SindsempLideranças do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) estiveram na manhã de hoje (23) com o prefeito interino, Osório Siqueira, em seu gabinete.

Além da presidente da entidade, Léia Araújo, uma comissão de servidores readaptados foi conversar com o prefeito sobre um polêmico projeto de lei que deve ser analisado pela Casa Plínio Amorim, a partir de agosto.

A proposta, de autoria do Executivo Municipal, quer trazer novamente de volta às salas de aula os servidores do quadro afastados por problemas de saúde e relocados para outras funções na administração.

Um dos pontos mais questionados pela categoria diz respeito ao fato de que, pela proposta, a Secretaria de Educação é quem definirá a situação do servidor, apesar de um laudo médico obrigatório, atestando suas condições físicas. Léia aproveitou para destacar que pela primeira vez, na atual gestão, é recebida pelo prefeito, mesmo que seja um interino. “Isso é uma demonstração de democracia”, afirmou a presidente do Sindsemp.

6 COMENTÁRIOS

  1. É espantoso a prefeitura ter 1000 professores no quadro e destes 260 serem reabilitados, estando estes fora da sala de aula!!!! É um percentual muito grande, fora do normal.

  2. Quem deveria dar exemplo e a professora leia araujo. Vem em desvio de funcao a muito tempo deveria ir para sala de aula. Pergunto: sera q leia ja esteve em sala? Quanto tempo? Vale a pena lutar.

    • Não foi você que passou 20 anos em uma sala de aula e adquiriu problemas neurológico e físico. Só sabe o quanto do, quem está convivendo com o problema. Criticar os outros todo mundo sabe. Porque você ao invés de ficar criticando o que não sabe. Você acha que está isenta de passar por tudo que alguns professores estão passando, hoje pode ser eles amanhã poderá ser você, peça muito a Deus que isso nunca aconteça com você ou com alguém da sua família, porque tudo nesta vida pode acontecer. O prefeito ele não foi preciso ir para uma sala de aula para que ele sofresse de um AVC.Digo isso porque conheço colegas que sofrem com problemas de saúde muitíssimo sério, Peço a Deus que ele retire este coração de pedra e coloque um coração de carne,onde ele pense mais no ser humano. Porque ninguém pediu para adoecer. e mesmo ele estando exercendo em outra função, ele não está ganhando sem trabalhar. O contrário de muitos políticos que ganham muitíssimo bem para não fazerem nada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome