Representante de Paulo Câmara até tenta, mas não desfaz impressão do governo de costas para o interior

5

IMG_4175O ex-secretário da Casa Civil e atual diretor de relações institucionais de Suape, Luciano Vasquez, esteve em Petrolina neste sábado (3) para representar o governador Paulo Câmara na Agenda 40, promovida pelo Partido Socialista Brasileiro na cidade.

Vasquez veio com o recado claro de defender o governador de toda crítica que recebe em Petrolina e no Sertão, de que Câmara governa de costas para o interior.

Não é verdade que o governador Paulo Câmara governa de costas para o interior. Que não conhece o estado, precisa conhecer mapas. Tanto é verdade que esteve em Sertânia na última terça feira e tem promovido ações por todo o estado”, discursou.

Comentário Meu:

Luciano Vasquez só não explicou porque o governador promove eventos partidários tão próximos e não poderia ter vindo a Petrolina participar de um evento já adiado em nome de sua presença, e com confirmação até o dia anterior. Também não falou nada sobre investimentos reais fora da zona estadual até Caruaru. Falar em falta de investimentos no Sertão seria pleonasmo. A verdade é que o governo está mesmo de costas para o interior, ao menos até Caruaru. E o governador não tem tido mesmo cuidado com o sertão e, principalmente, com Petrolina. Nem com a política do seu próprio partido.

5 COMENTÁRIOS

  1. Só acha injusto jogar uma tradição secular nas costas de um governador só, num momento em que as contas do estado passam por dificuldades e ele não pode ficar passeando por aí

  2. É tempo de economia e esse foi um evento do Partido e, não, do Governo. Em termos de ações para todo o Estado é bom que sejam lembrados os milhões de reais em verbas do FEM que o Governo Estadual repassa a todos os municípios, indistintamente, inclusive a Petrolina, para obras estruturadoras, sem contar os diversos outros programas que, mesmo com toda a crise nacional, o Governado Paulo Câmara tem mantido, inclusive no Sertão. Justiça seja feita!

  3. Ainda vale salientar que o Luciano Vasquez explicou muito bem o motivo da ausência do Governador: estava recepcionando no Recife uma missão estrangeira integrada por 15 Embaixadores de Países Árabes, investidores em potencial no Estado. Vida de Chefe do Executivo Estadual é assim mesmo. Outras oportunidades virão e, com certeza, o Governador tem todo o interesse de vir a Petrolina e a todos os demais municípios de Pernambuco.

  4. Isso explica por que Recife, Região Metropolitana e Suape são as regiões que mais estão sofrendo com o desemprego. Quem recebeu muito do governo, agora não recebe mais. Quem nunca recebeu, não tem o que perder.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome