Projeto do IF Sertão-PE reúne formação profissional e proteção contra novo coronavírus

0
Foto: Divulgação/ Prefeitura de Lagoa Grande

O projeto “Respire com segurança, respire vida no Sertão”, orientado pelo professor do campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE, Jeziel Junior da Cruz, busca incentivar a produção de máscaras de proteção contra o novo coronavírus (Covid-19) e ao mesmo tempo oferecer capacitação profissional a comunidades do sertão pernambucano. 

A primeira ação foi realizada nesta terça-feira (19), em Lagoa Grande. Com o apoio da Secretaria de Ação Social, a meta é confeccionar 10 mil máscaras e 100 aventais descartáveis, que serão distribuídos a profissionais de saúde do município e a comunidades em vulnerabilidade social, sobretudo na área rural.

Ao mesmo tempo em que realiza a confecção do material, o projeto atua na formação profissional em Auxiliar de Costura, com aulas de corte, costura e modelagem para 24 pessoas. “Nós resolvemos começar esse trabalho por Lagoa Grande tendo em vista que o município não tem nenhum comércio trabalhando com a venda de máscaras. Nosso objetivo é formar pessoas que possam costurar, ter uma alternativa de renda, e ao mesmo tempo incentivar a prevenção”, disse o professor Jeziel Junior da Cruz.

De acordo com o prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro, a iniciativa é de fundamental importância, tanto por gerar oportunidades, quanto por auxiliar com a produção de material, que o município estava tendo dificuldade para adquirir. “Agradeço ao IF Sertão-PE por estar enfrentando conosco esse momento de pandemia, nos dando a oportunidade de profissionalizar pessoas e, o mais importante, conseguindo produzir nossas próprias máscaras, com um custo muito baixo”, afirmou.

O projeto, que conta também com a atuação da estudante Maria Francisca Batista, deverá atender ainda os Assentamentos Água Viva I e II, situadas no Núcleo 4 do projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, em Petrolina, a partir do mês de junho.

“Respire com segurança, respire vida no Sertão” foi aprovado no edital de custeio de Projetos de Pesquisa, Extensão e Inovação para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da Covid-19, lançado no mês de abril pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Ao todo, doze projetos foram aprovados, com vigência até o mês de outubro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome