Projeto de mestrado de jornalista defende regularização do território pesqueiro em Juazeiro

3

mestrado vera3A jornalista Vera Medeiros defenderá na próxima segunda-feira (4), às 16h, na Colônia de Pescadores do Angari, em Juazeiro, o projeto de mestrado cujo tema será o retrato ecolinguístico dos pescadores daquela comunidade.

Vera  destaca o papel histórico e cultural do Angari para Juazeiro. “O Angari é uma comunidade secular que representa muito para a história de Juazeiro. Não somente no aspecto cultural mas também no sentido econômico e histórico”, ressalta.

A jornalista também cita a prática pesqueira, responsável por abastecer o mercado de Petrolina e Juazeiro com as mais diversas espécies de peixes. Segundo ela, isso tem sido prejudicado pelo descaso com o rio e com a comunidade do Angari.

Em seu trabalho, a pesquisadora aborda a questão do direito dos pescadores e suas famílias como comunidade tradicional. Por isso, durante a defesa do trabalho, assinaturas serão coletadas para o abaixo-assinado da Campanha Nacional Pela Regularização do Território Pesqueiro.

A campanha foi lançada em Brasília (DF), em junho de 2012, e busca a assinatura de 1% do eleitorado brasileiro para uma lei de iniciativa popular que propõe a regularização do território das comunidades tradicionais pesqueiras. Lembrando que é preciso o número do título de eleitor para efetivar a assinatura.

O trabalho é resultado do curso de mestrado em Ecologia Humana e Gestão Sociombiental, promovido pela Universidade do Estado da Bahia, Campus VIII – Paulo Afonso (BA). (Com a colaboração de Wellington Júnior/para o Blog)

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome