Prodecon volta a fiscalizar postos de combustíveis de Petrolina; Ipem participa da ação

9
(Foto: Jonas Santos/Ascom PMP/Divulgação)

O Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) de Petrolina voltou a fiscalizar os postos de combustíveis da cidade. A ação, que teve início na manhã de hoje (12), é coordenada pelo próprio Prodecon e conta com o apoio do Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE).

Durante as vistorias, os estabelecimentos devem apresentar a nota fiscal de compra de combustível e o valor repassado aos consumidores. Os fiscais também devem conferir as questões envolvendo a volumetria nas bombas de combustível. O resultado da operação será divulgado pela direção do Prodecon.

9 COMENTÁRIOS

  1. Isso ai é só mosqueiro, num fazem nada. Se fizessem alguma coisa já teria um monte de posto multado, pois os postos de combustíveis são os maiores sonegares de impostos. De cada mil litros vendido, eu acho que eles apresentam nota fiscal de dez litros apenas!

  2. A matemática é bem simples. Se antes de quatro reduções seguidas dos preços dos combustiveis o preço era o mesmo de hoje, porquê o preço continua o mesmo depois das reduções de preço? Isso por si só já demonstra que há, no minimo, abuso de preço.

    • Quem garante que esses fiscais não recebem um por fora para encobrir as maracutaias? Está na hora de haver no Brasil uma instituição privada de fiscalização para combustíveis, tal como um instituto Falcão Bauer ou ISO. A ANP, Inmetro, CADE, ANVISA, são todos os maiores mantenedores desses cartéis.

  3. Tudo maquiagem pra enganar a população. Todo mundo sabe que o dono de todos os postos é uma só pessoa e que ele tem todo o controle político da região. Até parece que ele iria fazer algo contra ele próprio né….kkkkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome