Procon e Vigilância Sanitária de Juazeiro apreendem quase 300 kg de carne irregular em estabelecimentos

por Carlos Britto // 01 de julho de 2021 às 06:44

Foto: Marcel Cordeiro/PMJ divulgação

Numa ação conjunta, o Procon de Juazeiro (BA) e a Vigilância Sanitária Municipal iniciaram, nesta quarta-feira (30), uma série de fiscalizações em supermercados, atacadões e açougues da cidade. O objetivo é identificar possíveis irregularidades na comercialização de produtos alimentícios e garantir o cumprimento das regras sanitárias e das normas do Código de Defesa do Consumidor.

A iniciativa dessa fiscalização em parceria com a Vigilância Sanitária é verificar a qualidade dos produtos que estão sendo comercializados aqui em Juazeiro, para trazer uma maior segurança para a população e a defesa dos direitos dos consumidores”, explicou o diretor do Procon, Ricardo Penalva. No primeiro dia de operação, duas casas de carne foram vistoriadas. Numa delas as equipes identificaram muitas irregularidades, como produtos mal refrigerados, mal acondicionados e com validade vencida.

O estabelecimento foi autuado e terá 10 dias para fazer as adequações e sanar os problemas, caso contrário será interditado.

Ao fim do primeiro dia de fiscalização, foram apreendidos quase 300 quilos de carne e 85 quilos de produtos variados (manteiga, rapadura, queijo, iogurte), que estavam estragados, fora do prazo de validade, sem informação adequada ou violados. A mercadoria foi apreendida e descartada no Aterro Sanitário da cidade.

Autos de infração

Quatro autos de infração foram lavrados: dois pelo Procon e dois pela Vigilância Sanitária. A fiscalização pretende vistoriar 30 estabelecimentos comerciais alimentícios durante o mês de julho em Juazeiro. “O foco é tirar de circulação alimentos estragados, sem higiene, fora de validade ou de origem clandestina, para não vir a causar problemas graves de saúde na população. Essa ação é importante para a prevenção da saúde pública“, frisou o médico veterinário da Vigilância Sanitária, Pierre Mascarenhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *