Presidente do Sinttrop acredita que só licitação resolverá problemas do transporte público em Petrolina

2

jaime sinttrop_640x360A greve dos funcionários da Viva Petrolina chegou ao fim, mas nem por isso o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Petrolina (Sinttrop), Jaime Pessoa, alivia nas críticas ao setor.

Ao Blog ele disse que os problemas no transporte público da cidade não são da Viva. Nem são de agora.

Segundo Jaime, desde a época do ex-prefeito Fernando Bezerra Coelho (na segunda gestão, de 2001 a 2004), não há uma licitação para as empresas atuarem no setor.

Foi assim com a Vale do Sol e Menina Morena, que chegaram à cidade nesse período. Da mesma forma foi com a Viva na atual administração.

O presidente do Sinttrop acredita que as coisas só mudarão quando houver um processo licitatório no transporte público de Petrolina. E se mostrou otimista quanto ao resultado de uma recente audiência pública na Casa Plínio Amorim, proposta pela vereadora Cristina Costa (PT), que teve esse como um dos assuntos debatidos.

2 COMENTÁRIOS

  1. Em todos os contratos de concessões de serviços públicos constam sanções para todos os tipos de infrações, é necessário o Órgão que gerencia o serviço levar em consideração o interesse público e ter força e conhecimento pra cumprir. Já tivemos uma licitação pública, onde era certo que a Vale do Sol, entraria com 30% da frota a Transnova com 30% e a Joalina com 30%, o que se viu foi a Vale do Sol chegar com 30 carros novinhos equipados com ar condicionados ( um verdadeiro presente de gregos), entrou em todas as linhas, onde tinha serviço bom ou ruim, colocou todos os ônibus pra rodar de uma só vez, ficando com 50% do total, não tinha carros reserva, quando eles começaram a quebrar ficava o buraco. Foi de conhecimento geral na cidade que as duas empresas filhas de Petrolina, Transnova e Joalina, não participaram da licitação porque não disponibilizava do valor de R$ 1.800.000,00 pra pagar a Prefeitura de Petrolina, e, só restaram entrar na justiça pra garantir os seus direitos, que tinham juntas mais de 600 funcionários. Durante um tempo, a Transnova que trabalhava precária, mas um pouquinho melhor que a atual Viva Petrolina quebrou, ficando a Joalina brigando na justiça. Já pensou se ela quebra também?? Quem tava socorrendo ao nosso povo hoje?? As licitações de transporte em Petrolina tem uma justificativa política não acham? Sempre é para quebrar alguém. Se a EPTTC cumprir o que diz no contrato de concessão, saber se tudo isso que aconteceu foi falta grave, isso até nos leigos no assunto sabemos, não precisa outra licitação. O perigo das licitações é sempre o depois, tudo isso que estamos passando veio de uma licitação ou não???

  2. Muito me admira esse cidadão falar isso, visto que, ele é fruto desse meio, de um transporte sucateado, de vícios, ele está
    sucateado junto com os os ônibus desta cidade, ele faliu junto com as empresas!!!! Ele quebrou também! Ele é a terceira empresa, sucateada.
    Sindicato corrupto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome