Vereador Osório Siqueira leva “bola nas costas” e desabafa:”quiseram desestabilizar meu trabalho”

por Carlos Britto // 02 de julho de 2009 às 06:18

osorio-siqueira1O retorno dos trabalhos legislativos da Casa Plínio Amorim, em agosto, virá também com uma nova postura do seu presidente, vereador Osório Siqueira (PSL). E possivelmente com uma bancada de oposição nem tão unida assim. Tudo porque a sessão extraordinária de ontem (01), que fechou o primeiro semestre na Casa, foi marcada por um forte clima de mal estar entre Osório e seus colegas Alvorlande Henrique (PTC) e Osinaldo Souza (PSB).

O motivo da celeuma foi o projeto de lei nº 018/09, de autoria do Executivo Municipal, que prevê a abertura de crédito suplementar ao Orçamento municipal deste ano no valor de R$ 33 milhões. A votação do projeto, que seria o último, transcorria normalmente, até ser percebido que não havia nenhum parecer assinado pelas comissões responsáveis.

O presidente Osório suspendeu a sessão imediatamente e se reuniu a portas fechadas com os vereadores. Em seguida o projeto foi retirado da pauta e só será analisado, agora, após o recesso da Casa. Depois de encerrar a última sessão do semestre, Osório demonstrou muito aborrecimento com o episódio.

Presidente da Comissão de Finanças, o vereador Osinaldo argumentou que não poderia assinar o parecer sem as informações solicitadas pela Casa ao Executivo – que, segundo ele, só chegaram quase no início da sessão.

O argumento foi compreendido, mas não digerido pelo presidente da Casa. Visivelmente abatido e chateado, Osório considerou inadmissível o fato de não ter sido avisado – nem por Osinaldo e Alvorlande, nem pelo setor administrativo da Câmara. “Era para eu ter sido avisado para que retirasse o projeto da pauta. Nenhum projeto pode ser votado sem o parecer das comissões”, desabafou.

Creditando a uma manobra intencional para desestabilizar seu trabalho, o presidente da Casa Plínio Amorim disse que terá “muito mais cuidado” daqui para frente. “Vou consultar o setor jurídico, exigir mais do Legislativo e conversar com as comissões”, avaliou Osório.  

Por Antonio Carlos Miranda    

Vereador Osório Siqueira leva “bola nas costas” e desabafa:”quiseram desestabilizar meu trabalho”

  1. M. Sérgio disse:

    Acoooooooooooooooooooooorda Petrolina!

    Nobre vereador Osório, não se faz uma omelete sem quebrar os ovos, o senhor sabia dos riscos que estava correndo e com quem ia conviver (cobras criadas). A resposta está vindo muito cedo, se prepare para o próximo semestre, vem jumbo grosso ai. Me desculpe a sinceridade, mais o senhor está servindo de bode espiatório, boa sorte no próximo semestre.

  2. Roberto Carlos disse:

    PRESIDENTE, tenha muito cuidado com a mesa , eles etão querendo desmoralizar a presidencia e a casa.

  3. mel disse:

    Realmente o senhor tem que ter uma posição de PRESIDENTE, pois isso não esta acontecendo durante as sessões realizadas na casa. Por favor não nos envergonhe tenha mais pulso em suas decisões.

  4. Roberto Carlos disse:

    Porque meus comentarios são alterados?

  5. terreno disse:

    O vereador Osório Siqueira deve punir severamente o assessor por não ter orientado o presidente o nobre vereador colocou em pauta projetos sem assinatura do relator……………………..

  6. Rei disse:

    NUNCA VI UM PRESIDENTE TÃO INGENUO E TÃO MAU ASSESSORADO . PARECE QUE TODA ASSESSORIA TÉCNICA DA CAMARA ESTA MAIS A SERVIÇO DE ALVORLANDE DO QUE DO PRESIDENTE. acorde pra jesus Ozorio.

  7. Hércules Batista disse:

    Meu caro Presidente você não tem que ficar com raiva de nada, pois a culpa foi sua, como você leva um projeto para plenário sem nem se quer ler antes, o que é isto, que imaturidade. Pelo o que diz a matéria você só percebeu que não tinha parecer da comissão responsável na hora da sessão o que é isto senhor Presidente, mas atenção no que você está levando a plenário, pelo ao menos você leia ou então demita que você delegou para esta função e pelo visto não o fez lhe, deixando a vossa excelência de calça curta. Você tem mas e que pedir desculpe aos seus aliados por fazer que eles também passe por este constrangimentos meu caro nobre presidente.

  8. clailson disse:

    senhor presidente esses dois vereadores ai vão arembentar com todos ai pricipalmente com vc.

  9. MFSANTOS disse:

    VEREADOR OSORIO SIQUEIRA O SR. LEVANTE AS MÃOS PARA O CÉU E AGRADEÇA AO VEREADOR OSINALDO E ALVORLANDE QUE SÃO AS CABEÇAS PENSANTES DESTA CÂMARA, SÃO QUEM LHE BLINDÃO PARA JULIO LOSSIO NÃO LHE ENGOLIR!!! EU COMO PRESIDENTE DE BAIRRO ASSISTIR A UMA SEÇÃO DA CÂMARA E VI O VEREADOR ALVORLANDE DAR UM SHOW NA AUDIENCIA DE PRESTAÇÃO DE CONTA, SE ELE ESTÁ BEM ASSESSORADO EU NÃO SEI SÓ SEI QUE ELE DEIXOU O SECRETARIO DE GESTÃO DE MUNICIPIO DE SAIA JUSTA MOSTRANDO OS ERROS E ELEVANDO O NOME DA CASA PLINIO AMORIM, ACORDA OSÓRIO, QUEM CONVOCOU A AUDIENCIA EXTRAORDINARIA FOI O SENHOR, AGORA VOCÊ QUER BOTAR A CULPA NO LEGISLATIVO!! AGRADEÇA MUITO A COMPETENCIA E O CONHECIMENTO DO VEREADOR OSINALDO, A EXPERIENCIA DE DEDE DA SIMPATIA QUE SEMPRE ORIENTA OS MAIS NOVOS, NÃO FAÇO NEM PARTE DA CORRENTE POLITICA DESSES VEREADORES MAS NÃO POSSO CONCORDAR COM ESSE COMENTARIO EQUIVOCADO DO SENHOR, VÁ SE ORIENTAR COM A VERADORA MARCIA , ANATELIA, DR. PERSIO, QUE SÃO PESSOAS COMPETENTES, AI SIM O SENHOR FARÁ UM BOM TRABALHO E NÃO FICARÁ CHORUNMINGANDO POR AI..

  10. yasmim disse:

    Caro Clailson esse é o papel do vereador, fiscalizar o poder executivo.
    se não sabes o que fala melhor não fazer comentários…

  11. de olho disse:

    EU JÁ HAVIA COMENTADO COM VÁRIAS PESSOAS SOBRE A VONTADE DOS VEREADORES CITADOS EM PREJUDICAR O PRESIDENTE DA CAMARA. EU SEI QUE ALGO PODE ATÉ TER DADO ERRADO PARA OSÓRIO, MAIS QUE EU NUNCA ME ARREPENDI DE TER CONFIADO MEU VOTO A ELE. SEI DE SUA COMPETENCIA E TAMBÉM SEI QUE VAI CONSEGUIR CONTINUAR LEVANDO A CONCORDIA AOS OUTROS VEREADORES. E PELO CONTRARIO ELE TEM A ENSINAR, NÃO A PRENDER COM ESSES OUTROS AI. RESPEITO MUITOS QUE LÁ ESTÃO. MAIS JAMAIS DEIXARIA DE VER O QUANTO OSORIO MORALIZOU AQUELA CAMARA DE VEREADORES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *