Prêmio para quem merece premiação

3

honestidade

Começou, nas mídias sociais e em programas de rádio, a comemoração pela indicação no chamado Troféu Imprensa. Em comunicado, este Blog avisou ao colegas que votam nas indicações, que não participaria e pediu para que não votassem em nosso nome. Não acreditamos no evento, não concorremos e nem recomendamos.

Evento que premia deveria acontecer somente com voto da comunidade, produto final dos nossos esforços. Só o público pode nos julgar, aferir nosso trabalho. É para ele que trabalhamos e só ele diz se estamos logrando êxito ou não.

Não acreditamos em festa que venda mesa para homenageado ganhar prêmio. Não cremos em reconhecimento fabricado e achamos que temos que ser honestos em tudo, quanto mais em se falando de premiações e merecimentos.

Falamos de reconhecimento sério, honesto, sem corporativismos, sem ‘grupinhos’, sem agraciamentos e um sem fim de coisas assim.

Ficamos constrangidos em ver gente agradecer o que não conquistou ou comemorar o que não mereceu.

Começamos a política de colocar nossa opinião já em um evento da imprensa, respeitando a máxima de que quem quer mudar pensamentos, posturas e conceitos, deveria começar na própria casa.

Por isso não acreditamos em troféu destaque, top qualquer coisa ou melhores do ano sem pesquisa popular, honesta, com conceitos estatísticos de aferição isenta e responsável.

Mas ainda assim entendemos a opinião de quem pense diferente e decida participar. Enganar-se e tentar enganar os outros não é uma boa prática, mas é um país livre e cada um age de acordo com seu ego ou honestidade de sua consciência, ou não.

É isso aí!

3 COMENTÁRIOS

  1. Carlos Britto, como “usuário” da imprensa de TV, rádio, jornais e revistas, sempre vi tendencionismo nesse prêmio, sempre os mesmos, e com “destaque” aos veículos e jornalista de comunicação da vizinha Juazeiro; os de Petrolina entram apenas como apêndice, só para dar o clima de regional. Parabéns pela sua opinião, quando outros ficam em silêncio, baixam a cabeça, você exerce sua liberdade de expressão!

  2. Concordo plenamente com suas palavras. nem deveria ter premiação nesse ano, pois, salvo uns poucos profissionais da comunicação que se pautam pela ética profissional, a imprensa nacional é motivo de vergonha, se utiliza de um instrumento que seria para informação, educação em todos os aspectos, para manipular as pessoas que acreditam no jornalista. É lamentável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome