Por conta da pandemia, Funase barra visitas em unidade de Arcoverde e libera acesso nas demais

por Carlos Britto // 15 de junho de 2021 às 20:44

Foto: Funase/divulgação

Por conta das novas restrições ao funcionamento de atividades em parte do Sertão de Pernambuco, a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) decidiu vetar o acesso de visitantes ao Case/Cenip Arcoverde –  unidade da instituição que atende adolescentes e jovens em internação e em internação provisória. A medida já vale para esta semana e acompanhará a vigência do decreto estadual que trata do assunto. Já no Grande Recife, na Zona da Mata e no Agreste, onde as restrições foram flexibilizadas, as visitas presenciais em 12 unidades da Funase estão liberadas e podem ocorrer conforme calendário definido em cada localidade.

Nesses centros da Funase, segue permitido o acesso de apenas um visitante por socioeducando, desde que cumprido protocolo que inclui o uso de máscaras na entrada e durante todo o período de permanência na unidade socioeducativa, a higienização das mãos e a manutenção do distanciamento social. Em Petrolina, situada em uma área do Sertão não afetada pelas novas restrições, as visitas presenciais continuam autorizadas. Já em Arcoverde, os internos poderão recorrer a videochamadas ou ligações telefônicas para manter contato com os familiares, todas feitas em espaços administrativos e com equipamentos da instituição.

O secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Sileno Guedes, ressalta a importância de seguir as diretrizes estaduais no que diz respeito à entrada de visitantes no sistema socioeducativo. “Nessas semanas em que tivemos um pouco mais de restrições à circulação de pessoas, não registramos nenhum caso de Covid-19 no público que atendemos. É reflexo da observância aos decretos estaduais, algo que buscamos sempre levar para dentro das unidades de privação de liberdade“, diz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *