Petrolina mantém índice de baixo risco de infestação pelo Aedes

0
Foto: Ascom PMP/SMS divulgação

O terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) em Petrolina, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), manteve o cenário positivo em relação aos dados anteriores. Foram vistoriados estabelecimentos residenciais e comerciais em diversos bairros da cidade. O índice geral ficou em 0,9%, ou seja, em situação de baixo risco, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde.

Os bairros que registraram os maiores índices de infestação foram Dom Avelar, Padre Cícero, Loteamento Padre Cícero, Loteamento Dom Avelar, São Joaquim e São Jorge. Nesses locais o índice registrado foi de 2,1%. Com 1,7%, ficaram os bairros Gercino Coelho, Km 2, Vila Mocó e Palhinhas.

Embora o cenário apresentado pelo terceiro LIRAa seja satisfatório, a pasta alerta que alguns cuidados devem ser mantidos, como tampar os tonéis e caixas d’água; manter calhas sempre limpas; limpar os ralos e colocar tela; tampar as lixeiras; deixar garrafas e recipientes com a boca para baixo; limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia e fazer vistorias nos quintais.

A única forma de evitar a proliferação do mosquito é não deixar água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente. Embora o resultado do LIRAa tenha sido satisfatório, não é motivo para a população relaxar nos cuidados, pois essa época do ano é muito propício a chuvas que podem acarretar na eclosão dos ovos e aumento dos mosquitos”, destacou a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

4 × dois =