Petrolina intensifica ‘Julho Amarelo’ com serviços para detecção de hepatites

por Carlos Britto // 28 de julho de 2022 às 09:37

Foto: Ascom PMP/Sesau divulgação

Dedicada ao combate às hepatites virais, que são classificadas em cinco tipos (A,B, C, D e E),  a Campanha ‘Julho Amarelo’ em Petrolina disponibiliza serviços importantes à população no sentido de detectar a doença. Os testes para diagnóstico ou descarte das infecções virais analisam as hepatites B e C e são disponibilizados nas 56 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e no Centro de Testagem e Acolhimento (CTA). Ao longo do primeiro semestre, foram feitos cerca de 5.921 exames.

Para as hepatites virais tipo A e B existe vacina. A primeira adota um protocolo de dose única. Já a segunda deve ocorrer após o nascimento e segue com mais três doses da Pentavalente, sendo aplicadas aos dois, quatro e seis meses de vida – conforme esquema adotado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

Na fase adulta, as vacinas são administradas nas pessoas que, por algum motivo, não receberam os imunizantes na fase infantil. Em Petrolina, as doses também são ofertadas nas UBSs.

A hepatite é causada por vírus que leva a uma inflamação no fígado. Muitas vezes, essa doença pode se tornar crônica e evoluir para situações graves, a exemplo do câncer de fígado e cirrose. É uma doença silenciosa, mas as pessoas podem ficar atentas a sintomas como febre, cansaço, tontura, enjoo, vômito, dor abdominal, pele e olhos amarelados, fezes esbranquiçadas e urina escura. Na presença de qualquer um desses sintomas, é importante procurar a unidade de saúde mais próxima da residência, para realizar uma consulta médica e fazer os testes para confirmar o diagnóstico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.