Petrolina implanta programa que considera inovador para a educação no município

por Carlos Britto // 08 de janeiro de 2009 às 19:45

A proposta de ensino do novo governo para Petrolina visa melhorar a qualida
de da educação, com base em três ações prioritárias: alfabetizar 70% dos alunos da primeira série, corrigir falhas de alfabetização entre os alunos de 3ª a 5ª séries ou com defasagem de idade e reverter, para no máximo 20%, a distorção entre a idade e a série cursada pelo aluno. O novo plano foi anunciado nesta quarta-feira (7), durante palestra ministrada pelo presidente do Instituto de Co-responsabilidade pela Educação – ICE, professor Marcos Magalhães e será executado, a partir do primeiro semestre de 2009, pela Secretaria de Educação. Ele adiantou que com a introdução do Qualiescola, espera-se para o ano de 2010, que 50% dos alunos estejam dominando 70% do conteúdo de matemática e língua portuguesa.

Com informações da PMP

Petrolina implanta programa que considera inovador para a educação no município

  1. ALYSSON CAVALCANTI disse:

    JÁ DIZIA UM PROFESSOR MEU , RAFAEL DE MENESES “É MELHOR INVESTIR NA EDUCAÇÃO DO QUE GASTAR COM A IGNORÂNCIA”, SÁBIAS PALAVRAS! EDUCAÇÃO E SAÚDE DEVEM SER PRIORIDADES EM TODO GOVERNO.

  2. cleriston disse:

    olá, carlinhos!
    Veja quem esta sentada no final da foto
    conhece?
    Parabéns pelo blog

  3. FRANCISCO DA CRUZ disse:

    Espero que o sistema educacional em Petrolina melhore e melhore cada vez mais. Afinal de contas, um homem educado é um homem liberto.

  4. Zé Mané disse:

    Entonce isso singnifica que sou um prisidiário, oxente.

  5. FRANCISCO DA CRUZ disse:

    Escrevo para quem tem cérebro.

  6. Gustavo Regadas disse:

    Caro amigo Carlos Britto… me explica, como é que o blog do magno martins, que é lá em recife que ele mora ja fala da frota destruida que Odacy deixou em petrolina, e vc até agora me desculpe o trocadilho, “está comendo mosca” será que é proposital?

  7. Carlos Andre disse:

    Bom dia,

    Gustavo Regadas, mas uma vez demonstra que a equipe verde(inexperiente) não está passando as informaçoes corretas ao prefeito Julio Lossio. Como é de conhecimento de todos e principalmente da comissão de transição a prefeitura usava uma frota de carro locados que foram devolvidos com a finalização do mandato e cabe ao atual prefeito renovar ou optar por outra forma como por exemplo aquizição de veiculos.

  8. Petrolinense disse:

    Só para acrescetar os comentários do amigo Gustavo Regadas…

    Como é q o blog do magno Martins lá em Recife mostra desde ontem a tarde essa matéria, mas o blogueiro daqui além de dar a notícia atrasada evita postar alguns comentários, como esse dado pelo Palestrante Profº Marcos Magalhães que é presidente do Instituto de Co-responsabilidade pela Educação – ICE…
    ““Após um levantamento da situação educacional em Petrolina, observamos diversas deficiências, a exemplo de uma alta taxa de repetência e de abandono escolar…”, na gestão do Secretário Plínio Amorim.

    Saudações,

    Petrolinense de nascimento e coração.

  9. Jacilda Souza disse:

    Espero que o Qualiescola não seja um daqueles planos tipo Instituto Ayrton Sena que o ex Prefeito Fernando Bezerra enfiou de guela abaixo no município e hoje é que temos o conhecimento que a prefeitura pagava uma fortuna p/ utilizá-lo, pelo menos vamos ter como comparar pois o Sr. Plínio Amorim de utilizar o mesmo em Juazeiro, ele que era um grande defensor desse Plano.

  10. Jacilda Souza disse:

    Espero que o Qualiescola não seja um daqueles planos tipo Instituto Ayrton Sena que o ex Prefeito Fernando Bezerra enfiou de guela abaixo no município e hoje é que temos o conhecimento que a prefeitura pagava uma fortuna p/ utilizá-lo, pelo menos vamos ter como comparar pois o Sr. Plínio Amorim deve utilizar o mesmo em Juazeiro, ele que era um grande defensor desse Plano.

  11. Petrolinense disse:

    “Após um levantamento da situação educacional em Petrolina, observamos diversas deficiências, a exemplo de uma alta taxa de repetência e de abandono escolar…”, na gestão do Secretário Plínio Amorim.

    Saudações,

    Petrolinense de nascimento e coração

  12. Manoel Ribeiro disse:

    desculpem fala mais isso ai é uma VERGONHA DE MARCA MAIOR.

    Entra governo sai governo, e tudo que se muda é os nomes dos projetos, agora ouvimos o novo “qualiescola”. Isso é história cretina para boi dormir.

    O que se deve ao fato é mudança de verdade existem trocentos funcionários do MEC e nenhum fiscaliza essa joça chamada perfeitura de petrolina?

    Sabe o que é isso? Eu chamo operação tapa buraco code nome”qualiescola”. Isso está mais para regime de cotas que regime de qualidade.

    Caros comentaristas e blogueiro. Isso sem dúvida é mais uma manobra dos “Rabbits” para ganhar verba educacional da ONU.

    Não me chamem de mentiroso ou de “lingua grande”. Com toda certeza de cada letra e virgula colocada aqui, esse “qualiescola” só server para enxer o bolso de quem está a frente do programa.

    A verdade seja dita, e como não vivemos em tempos de ditadura, é melhor preservar os nomes, alias Pernambuco está muito perigoso para quem fala a verdade.

    É minha forte opinião sobre esse programa.

  13. Gustavo Regadas disse:

    Caro amigo Carlos André…

    Mas a notícia quem ta passando é o Magno Martins no seu blog, não é Júlio Lóssio que disse…olha que o Magno Martins é um Patriota de carteirinha.

  14. Pe. Antonio disse:

    Sinceramente, não estou entendendo mais nada. Estive em Petrolina e só ouvia elogios à Secretaria de Educação, apesar de saber da presença do Projeto Airton Sena, Agora, leio críticas à gestão do professor Plinio. E aparecem novas siglas e novas metas, mas não vi concretamente que ações e que metodologia serão aplicadas para alcançá-las. Acredito que enquanto não se envolver a comunidade local na busca de solução para seus problemas não se conseguira muito êxito. É lamentável que se precise importar Projetos que podem até ter dado certo em outros locais, e não se valorize, envolva, estimiule, articule as potencialidades do local. Nós temos em Petrolina coma FFPP da UPE, FACAP, da Autarquia Municipal, CEFET -IFET, UNIVSF, A GERE e termos que importar soluções para educação Municipal como se essas instituições não tivesse nada para contribuir com a Educação da região. É preciso para para pensar nisso. Meu pensamento vai na mesma direção do que falei sobre o meio ambiente. É necessário envolver todos os atores economicos e sociais na busca das soluções para os problemas que são locais. Pensem nisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.